5 erros mais comuns que os empreendedores cometem sem saber


Conheça os 5 erros mais comuns que todo empresário acaba cometendo durante a sua gestão. Afinal, ninguém nasce sabendo.

Sabemos que administrar uma empresa não é uma coisa fácil. E aqui, não estamos nos referindo somente a números. Estamos falando da soma das gestões de todas as áreas de um negócio e como a prática diária em busca da perfeição dessas execuções pode extenuar o empresário.

Os erros mais comuns na vida de todo empresário, que listamos aqui, não têm o objetivo de julgar, ou mesmo, fazer o dono de negócio se sentir menor por errar. Muito pelo contrário! Queremos mostrar que é muito fácil errar quando somamos muitas funções sob a nossa própria e única responsabilidade.

Além disso, a frase “todo mundo erra” é um ditado muito correto em qualquer área da nossa vida. Afinal, não existe, na terra, uma pessoa que só tenha acertos em sua história. 

Na nossa vida, é muito mais comum errar do que acertar. Isso porque, o ser humano costuma aprender por tentativa e erro. É natural. Além disso, muitas vezes o empresário começou do zero o seu negócio, tendo somente a garra, coragem e a vontade de empreender. 

O aprendizado ficou por conta das experiências práticas.

Por isso, aqui vamos listar os erros comuns mas, também, a maneira de corrigir cada um deles. 

Vamos à nossa lista:

O primeiro erro que muitos empresários cometem é:

1. Gerenciar cada área de maneira independente 

Sabemos que todas as áreas do seu negócio são importantes. Entretanto, muitos de nós acabam levando a importância de cada setor a patamares superiores a outros. Uma boa dica para que o empresário possa deixar de cometer este erro é entender que, apesar de todas as áreas terem a sua importância, elas formam um só conjunto. Os resultados positivos ou negativos de uma empresa dependem do desempenho da soma de cada um desses setores.

Por isso, o ideal é que o dono de negócio tenha sempre um olhar holístico sobre a sua empresa, sabendo que ela deve ser administrada como um conjunto e não em fatias. 

Uma boa ideia, também, é ter cada setor da empresa com seu centro de custo definido, como ensinamos aqui, e ter a gestão do negócio toda unificada por um sistema de gestão. Dessa maneira, se tem o controle financeiro de cada área e também se tem o controle sobre como a  empresa está andando com a soma dos desempenhos de todas estas áreas.

2. Não planejar o futuro

Aqui, quando falamos em planejar o futuro, não estamos falando de sonhar com o crescimento do negócio e trabalhar para isso. Isso todo empresário já faz. Estamos nos referindo a um planejamento estratégico bem definido, com a definição de quais são os caminhos que a empresa vai adotar para chegar no lugar desejado no futuro. 

Este planejamento a longo prazo não pode ser simplesmente uma ideia na cabeça do empresário e de seus sócios. Isso deve ser colocado no papel e cumprido à risca, de forma que a empresa cresça no menor período possível e da maneira mais saudável que puder.

A gente, inclusive, já ensinou como fazer um planejamento estratégico completo para sua empresa, aqui.

Uma outra coisa que deve ser planejada é a comunicação da sua empresa. Mas isso, é um assunto para o próximo tópico.

3. Não cuidar da comunicação

Por incrível que pareça, muitos empresários ignoram a importância que a comunicação tem para um negócio. Claro que isso pode ser porque a rotina atribulada do dia a dia de se cuidar da empresa nos peça uma visão mais pragmática e prática das nossas ações. Assim, o fator comunicação acaba sempre ficando para depois.

Aí está um erro perigosos de se cometer, uma vez que o sucesso da sua empresa pode estar nas mãos da sua comunicação.

Por isso, aqui, a gente ensinou como fazer o melhor plano de marketing para a sua empresa. Para que você, seus sócios e seus colaboradores possam ter sempre em mente a melhor forma de se comunicar com seus clientes e, também, com a mídia. 

Esse plano vai ajudar você a criar uma estratégia inteira de comunicação para a sua empresa, fazendo com que essas detalhes saiam da sua imaginação e passem do papel para a ação.

4. Não cuidar dos estoques

Este é um alerta que sempre fazemos aqui no blog. O estoque de uma empresa é uma das áreas mais importantes do negócio. Isso porque, além do atendimento, é por sempre encontrar seus produtos certos na prateleira que o cliente é fidelizado.

De nada adianta trabalhar propagandas para trazer o cliente até o seu negócio, treinar os funcionários para atender bem se, no final das contas, o cliente não vai achar na prateleira o produto que está procurando.

Além disso, um estoque bem gerenciado garante descontos junto a seus fornecedores, uma vez que você vai saber o que comprar deles com antecedência. A gente falou bastante sobre como fazer um bom controle de estoques para sua empresa, aqui.

5. Não investir no online

A correria do dia é grande na vida de um empresário. Só a loja física já consome todo o tempo da semana do empresário. Por isso, muitos acabam investindo todos os seus esforços somente na plataforma física. O erro está em esquecer que estamos em um século em que as pessoas querem a facilidade de comprar online. A pandemia só acelerou esta tendência. As pessoas não querem mais sair de casa para fazer suas compras. Por isso, o empresário deve sempre pensar na melhor forma de adotar o sistema de e-Commerce para o seu negócio. Assim, além de ter a facilidade de se comprar fisicamente, seu cliente também vai ter a praticidade de comprar online. Aqui, a gente ensinou como adotar um e-Commerce.

Conta para a gente

Quais são os erros que você cometeu quando começou a sua empresa? Quais foram as soluções adotadas? Como você percebeu que estava no caminho errado?

Vamos trocar experiências aqui nos comentários. Assim, eu atualizo este texto com as suas dicas e mais gente cresce com você.

Blog Quanto Sobra


Posts Relacionados