Arroba do boi na máxima histórica e dólar alto impulsionaram balanço, diz CFO da Minerva Foods

SÃO PAULO — O arroba do boi em seu maior patamar histórico e o real desvalorizado ajudaram a Minerva Foods (BEEF3) a apresentar crescimento nas principais linhas do balanço do terceiro trimestre de 2020, segundo Edison Ticle, CFO do grupo.

“Nós exportamos 70% do que produzimos, e com o dólar no atual patamar isso por si só já ajuda as empresas exportadoras”, disse. “Houve uma demanda maior por carne bovina na Ásia, intensificamos as vendas na região no período”, completou.

Ele participou nesta segunda-feira (9) de uma live no InfoMoney da série Por Dentro dos Resultados, onde executivos de importantes empresas da Bolsa apresentam os principais destaques financeiros do terceiro trimestre, comentam os números e falam sobre perspectivas.

Por Dentro dos ResultadosCEOs e CFOs de empresas abertas comentam os resultados do ano. Cadastre-se gratuitamente para participar:

O executivo comentou sobre a estratégia da empresa em focar no mercado internacional, mas disse que também tem mercados importantes que ela olha internamente. “Só o brasileiro paga prêmio por picanha. Lá fora, os estrangeiros pagam prêmio por outros tipos de carnes, como o filet mignon”, afirmou.

Ticle falou ainda sobre o pagamento antecipado de dividendos pela companhia, a robustez de caixa e os planos de aquisições, o hedge da dívida que é 80% indexada ao dólar e o trabalho da ministra Tereza Cristina à frente do Ministério da Agricultura. Assista à live acima.

Treinamento gratuito do InfoMoney mostra como encontrar oportunidades de investimentos escondidas nos gráficos e fazer a primeira operação. Assista aqui!

Fonte: Infomoney

Posts Relacionados