Capital de giro: o que é e qual é sua aplicação?


Mesmo que o capital de giro não seja o tema recorrente nas reuniões do dia a dia, ele é a chave para o crescimento e sucesso de sua empresa. O capital de giro tem o poder de afetar drasticamente muitas áreas do seu negócio, desde o pagamento de funcionários e fornecedores até o crescimento do seu negócio a longo prazo.

De forma resumida, o capital de giro é essencial para atender suas obrigações atuais e garantir as de curto prazo também.

Para garantir que seu capital de giro funcione de maneira produtiva, você precisará entender mais sobre ele, sua fórmula de calcular e como aplicá-lo. Sendo assim, elaboramos este artigo para orientar de forma simples e direta qual é a aplicação do capital de giro. Acompanhe a leitura e não perca nenhum detalhe.

Entendendo o capital de giro

Para que não haja nenhuma dúvida sobre o que é de fato o capital de giro, vamos a uma explicação sucinta, porém, certeira.

O capital de giro consiste no ativo circulante de uma empresa, destinado a arcar com os custos e despesas fixos e variáveis. Por isso, recursos financeiros que se encontram em estoque, bem como os investimentos líquidos, como títulos do tesouro ou ações em contas bancárias, e tudo que puder ser convertido para cumprir as obrigações e manter a empresa funcionando.

Sendo assim, não confunda capital de giro com investimento fixo. O investimento é a estrutura de uma empresa, o valor total de tudo que foi adquirido para que ela pudesse “surgir”. E capital de giro será ao ativo que fará ela “permanecer”.

A necessidade e importância do capital de giro

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae-SP, indica que 27% das empresas que são abertas fecham suas portas no primeiro ano. Essa mesma pesquisa aponta que entre os maiores erros cometidos por essas empresas está o mau gerenciamento do capital de giro. Por isso, ter um verdadeiro entendimento das suas necessidades de capital de giro pode envolver o processo de entradas e saídas mensais para o seu negócio.

Uma empresa de paisagismo, por exemplo, pode achar que suas receitas aumentam na primavera, então, o fluxo de caixa é relativamente estável até outubro, antes de cair quase a zero no final do outono e inverno. Por outro lado, o negócio pode ter muitas despesas que continuam ao longo do ano.

Partes desses cálculos podem exigir algumas previsões sobre o futuro. Embora você possa se guiar por resultados históricos, também precisará considerar novos contratos que espera assinar ou a possível perda de clientes importantes. Pode ser particularmente desafiador fazer projeções precisas se sua empresa está crescendo rapidamente. Essas projeções podem ajudá-lo a identificar meses em que você tem mais dinheiro saindo do que entrando e quando essa lacuna de fluxo de caixa é maior.

Como aplicar o capital de giro?

O cálculo do capital de giro é o ativo circulante menos o passivo circulante: ativo circulante se resume a duas contas que são contas a receber e estoques, passivo circulante são contas a pagar.

Outra consideração ao determinar o capital de giro é considerar a porção atual da dívida que é paga dentro de 12 meses. Essa é uma consideração crucial, porque as dívidas são basicamente despesas de curto prazo garantidas contra ativos de longo prazo. A vantagem de ter dinheiro atrelado a ativos de longo prazo pode prejudicar seu capital de giro e dificultar a obtenção de apoio de credores ou investidores.

Em geral, o capital de giro positivo é visto como benefício pelos investidores e credores, que podem ser os grupos que oferecem dinheiro para expandir ou continuar suas operações. No entanto, vale a pena notar que alguns tipos de empresas operam com capital de giro negativo, como negócios baseados em estoque, por exemplo.

Você pode ter uma ideia de onde está agora determinando o valor do seu capital de giro, uma medida da saúde financeira de curto prazo em sua empresa.

Fórmula de capital de giro

ativo circulante / passivo circulante = índice de capital de giro

Se você possui ativos atuais de R$ 1 milhão e passivos atuais de R$ 500.000, seu índice de capital de giro é de 2,1.

Seu capital de giro líquido informa quanto dinheiro você tem prontamente disponível para cobrir as despesas correntes.

Fórmula do capital circulante líquido

Ativo circulante – Passivo circulante = Capital circulante líquido

Para esses cálculos, considere apenas ativos de curto prazo, como o caixa em sua conta comercial e as contas a receber (o dinheiro que seus clientes lhe devem) e o estoque que você espera converter em dinheiro dentro de 12 meses.

Os passivos de curto prazo incluem contas a pagar (dinheiro que você deve a fornecedores e outros credores) bem como outras dívidas e despesas acumuladas de salário, impostos e outros gastos.

Por que minha empresa precisa de capital de giro?

Diferenças sazonais no fluxo de caixa são típicas de muitas empresas, que podem precisar de capital extra para se preparar para uma temporada agitada ou para manter o negócio funcionando quando há menos dinheiro entrando.

Quase todas as empresas terão momentos em que o capital de giro extra é necessário para financiar as obrigações com fornecedores, funcionários e o governo, enquanto esperam pelos pagamentos dos clientes.

O capital de giro extra pode ajudar a melhorar seus negócios de outras maneiras, por exemplo, permitindo que você aproveite os descontos de fornecedores comprando em grandes quantidades. Também pode ser usado para pagar empregados temporários ou para cobrir outras despesas relacionadas ao projeto.

Opções para aumentar seu capital de giro

Uma linha de crédito garantida e rotativa pode ser uma ferramenta eficaz para aumentar seu capital de giro. As linhas de crédito destinam-se a financiar as necessidades termporárias, os termos são mais favoráveis ​​do que os dos cartões de crédito para empresas e sua empresa pode obter apenas o que precisa quando necessário.

Embora um cartão de crédito empresarial possa ser uma maneira conveniente para você e para os principais funcionários cobrirem despesas acessórias para viagem, entretenimento e outras necessidades, geralmente não é a melhor solução para fins de capital de giro. As limitações incluem taxas de juros mais altas, taxas mais altas para adiantamentos em dinheiro e a facilidade de endividamento excessivo.

Qualificação para uma linha de crédito de capital de giro

Quando você solicitar uma linha de crédito, os bancos e outras financeiras considerarão a integridade geral do seu balanço, incluindo o capital de giro, capital de giro líquido, receita anual e outros fatores. Embora muitos fatores possam afetar o tamanho da sua linha de crédito de capital de giro, uma regra prática é que ela não deve exceder 10% das receitas da sua empresa.

2 erros de capital de giro para evitar

  1. É importante que você não confunda necessidades de capital de giro de curto prazo e requisitos permanentes de longo prazo.
  2. Embora possa ser tentador usar uma linha de crédito para capital de giro para comprar máquinas ou imóveis ou contratar funcionários permanentes, esses gastos exigem diferentes tipos de financiamento. Se você amarrar sua linha de crédito de capital de giro nessas despesas, ela não estará disponível para o propósito pretendido.

Seu banco pode ajudar a entender melhor suas necessidades de capital de giro e quais etapas você pode precisar para se preparar para qualquer situação. Embora você não possa prever tudo sobre como administrar uma empresa, uma visão clara do capital de giro pode auxiliar você a operar sem problemas hoje – e preparar para um crescimento de longo prazo amanhã.

Em suma, o capital de giro é um aspecto importante usado para determinar a viabilidade e a eficiência de uma empresa.



Deixe uma resposta