Como funciona, benefícios e como escolher o melhor para sua empresa

Imagem de Jenny Friedrichs por Pixabay

Promover a saúde e o bem estar na empresa é essencial, o plano de saúde empresarial é considerado um dos benefícios que mais garantem conforto e segurança ao colaborador, e proporcionam mais valorização da empresa.

De acordo com o IESS Instituto de Estudos e Saúde Suplementar, no Brasil 47,5 milhões de pessoas possuem plano de saúde, e até o final de 2020 mais de 55 mil beneficiários passaram a aderir aos planos de saúde.

Em alguns casos a empresa paga uma parte do valor, e em outros realiza-se uma porcentagem de desconto em folha. Por isso, neste artigo trataremos das informações sobre o plano de saúde empresarial, como funciona, quais as vantagens e muito mais!

Veja os tópicos que serão abordados:

Continue a leitura.

O que é plano de saúde empresarial?

O plano de saúde é um benefício fornecido pela empresa, o qual viabiliza  que o colaborador tenha uma assistência médica privada, com a disponibilidade de exames, consultas médicas e, até mesmo, internações.

Além disso, ainda existe a possibilidade dos colaboradores adicionarem familiares ao plano, e assim garantir uma proteção mais estendida e de qualidade.

É obrigatório por lei fornecer plano de saúde na empresa?

A empresa não é obrigada a fornecer plano de saúde aos colaboradores. A única obrigação é que, ao  realizar a contratação, não se pode deixar nenhum funcionário sem o benefício. Se um colaborador for beneficiário, a empresa também será.

Existem algumas regras e obrigatoriedades que surgem somente quando a empresa passa a oferecer o plano de saúde,  segundo a Lei L9656.

No Art. 8, 3º parágrafo, se é alegado que é obrigatório a empresa manter a garantia da continuidade da prestação de serviços dos beneficiários internados ou em tratamento.

Como funciona o plano de saúde empresarial?

O plano de saúde empresarial proporciona diversos benefícios aos colaboradores, fazendo  com que a empresa tenha um diferencial, mostrando o cuidado com os colaboradores e a preocupação com a saúde dos mesmos.

O plano de saúde empresarial, conta com diversas opções de serviços inclusos, sendo alguns deles:

  • Laboratoriais, que avaliam a glicemia, colesterol, hemogramas;
  • Hospitais, para ter mais opções em casos de internações;
  • Clínicas, que disponibilizam avaliação física e psicológica;
  • Especialidades, que contam com médicos de várias áreas;
  • Ambulatorial, para atendimento de emergência.

Por isso, antes de escolher a prestadora, é preciso realizar a checagem de serviços e benefícios e analisar o que é mais viável, pois existem duas opções de plano de saúde: o integral e o de coparticipação. Vamos conhecer mais a fundo!

Plano de saúde empresarial Integral

Neste caso a empresa arca com o valor total da mensalidade do convênio, desse modo o colaborador e seus dependentes não precisam desembolsar nenhum valor quando utilizarem o plano.

Plano de saúde empresarial Coparticipação

A empresa divide o valor da mensalidade com o colaborador, que só precisa ser pago quando o plano de saúde for utilizado, caso contrário,  nem a empresa e nem o colaborador precisam pagar.

No caso do integral, está ligado a mensalidades.á o da coparticipação deve ser pago a cada uso, como por exemplo, o colaborador passa em 3 consultas este mês, e por isso terá que pagar por cada uma delas.

Essas são as modalidades mais utilizadas pelas empresas e que são oferecidas aos colaboradores.

Desconta do salário?

Sim, é feito um desconto em folha para poder utilizar o plano de saúde,que é válido para o integral, não podendo exceder 70% do rendimento bruto do colaborador.

De acordo com a CLT, o desconto não deve ser feito separadamente, deve-se somar a outros benefícios como vale refeição, vale alimentação, assistência médica, INSS, FGTS, e calcular um percentual total de desconto.

Já em relação ao desconto da coparticipação, considerando o período anual, o colaborador não pode pagar mais do que 12 meses de utilização do plano de saúde, e a limitação de desconto é de até 30% do salário.

O colaborador é obrigado a aderir?

Assim como a empresa não é obrigada a fornecer o convênio, o colaborador também não é obrigado a aceitar o plano de saúde proposto.

Em alguns casos, o colaborador pode já ter contratado um convênio de maneira individual, e se escolher não aderir o da empresa, arca sozinho com os gastos, quando isso ocorrer é preciso avisar o RH para evitar desconto em folha.

Pode colocar dependentes?

Os colaboradores podem sim colocar dependentes no plano de saúde empresarial, mas é preciso verificar se o convênio da empresa permite esse adicional, pois cada plano funciona de uma maneira.

É importante checar no plano, quantas vidas podem ser disponibilizadas a cada colaborador, e assim seguir as regras para o acréscimo de dependentes. Veja:

  • Cônjuge e Companheiro: marido, esposa.
  • Parentes de 1º grau sanguíneo: pai, mãe, filhos;
  • Parentes de 2º grau sanguíneo: netos, avós;
  • Parentes de 3º grau sanguíneo: bisnetos, bisavôs.

Fora desses níveis de parentescos exigidos pelo plano de saúde empresarial, não é possível adicionar dependentes.

Vale lembrar, que os planos de saúde empresariais, em sua maioria, têm alteração de valor de acordo com a idade, se tratando de idosos o valor do convênio costuma ser maior do que de uma criança,por exemplo.

Por que oferecer esse benefício aos colaboradores?

O colaborador ao receber o benefício, se sente mais seguro em relação a eventualidades que podem surgir e acaba por ter um desempenho melhor nas tarefas, por valorizar este apoio.

Se um funcionário ficar doente ou sentir dores, pode acabar trabalhando com baixo rendimento. Algo que pode ser evitado com o plano de saúde.

Além disso, ter um plano de saúde é a maior prioridade de um colaborador, que por ter a oportunidade de cuidar melhor do próprio bem estar, pode ter os níveis de estresse reduzido e maior  foco no trabalho.

Vantagens do plano empresarial para a empresa

O plano de saúde empresarial, promove o ganha-ganha dentro da empresa, no qual o colaborador valoriza mais o trabalho e a empresa passa a ter uma equipe mais proativa.

Veja as principais vantagens a seguir:

Aumento da produtividade

A qualidade de vida do colaborador melhora e assim ele se sente mais disposto em cumprir com as suas atividades diárias na empresa, em decorrência disso, a produtividade aumenta.

Diferencial

Quando uma empresa oferece benefícios, ganha mais visibilidade no mercado e atrai mais candidatos interessados em fazer parte da equipe, já que não são todas as empresas que oferecem um plano de saúde.

Valorização

Os colaboradores passam a valorizar mais a empresa, as tarefas e o ambiente de trabalho, por estarem recebendo um dos benefícios mais desejados do mercado.

Redução do turnover

Quando uma empresa proporciona benefícios aos funcionários, tem-se o aumento da produtividade, a motivação e um maior engajamento de seus colaboradores. E, isso faz com que as chances de acontecer  o rotatividade de funcionários seja menor

Dedução de impostos

É possível abater o imposto de renda com o plano de saúde empresarial, para isso é importante manter todas as informações atualizadas e salvas, pois é preciso fazer a dedução completa para o cálculo.

Contudo, a dedução completa  só é  para empresas que possuem muitas despesas com os planos, em casos contrários, podem realizar a dedução simples.

Atração e retenção de talentos

Os candidatos optam por se inscreverem em empresas que oferecem bons salários e bons

benefícios, já que além de serem avaliados pela empresa, os candidatos também avaliam se a proposta de emprego vale a pena.

O plano de saúde como benefício, é um dos principais critérios para se candidatar a uma vaga na empresa, em meio a pandemia se tornou inclusive o mais cobiçado entre os bons profissionais e novos talentos buscam ter mais qualidade de vida.

Por disponibilizar acesso a uma saúde de qualidade, a empresa passa a ser reconhecida por isso, quem já é colaborador da organização valoriza e quer se manter no emprego, e quem ainda não faz parte da equipe, quer se integrar.

Diminuição do absenteísmo e ausências por saúde

O absenteísmo acontece em situações em que o colaborador sai antes do horário, comete atrasos ou se ausenta do local de trabalho por motivos de doenças.

Com o plano de saúde empresarial, o funcionário consegue se cuidar melhor e tem liberdade para agendar consultas em horários mais variados, fazendo com que tenha um planejamento melhor, caso tenha que se ausentar no trabalho.

Uma equipe feliz e bem cuidada, quer se manter no local de trabalho e com a saúde em dia, conseguem ter mais energia e valorização pela empresa, fazendo questão de não se ausentar.

Benefícios do plano empresarial para o colaborador

Acesso à saúde

Nos últimos anos tem crescido a adesão aos planos de saúde no Brasil. As empresas dão mais acessibilidade para os colaboradores adquirirem saúde e atendimento de qualidade, fazendo com que se torne um fator fundamental para este crescimento.

Com o plano de saúde os colaboradores têm acesso a:

  • A exames, nos quais pode-se verificar se possuem alguma doença, e se tiverem já conseguem iniciar um tratamento;
  • Realizar consultas para checagem de incômodos ou somente por rotina;
  • Consultas com psicólogo, em tempos de pandemia, se tornaram imprescindíveis para o cuidado da saúde mental e redução de ansiedade.

O plano de saúde possibilita que o funcionário cuide da saúde física e mental, estabelecendo cuidando como um todo e assim tornar a equipe mais saudável e produtiva por estarem com este apoio adicional.

Mais qualidade de vida

Os colaboradores podem não utilizar o plano de saúde empresarial todos os meses, não irão se consultar em todas as especialidades e não precisarão  utilizar a emergência ou a internação.

Não dá para adivinhar quando algum incidente irá acontecer, para só então oferecer o plano de saúde, mas quando a empresa fornece é para que o colaborador use quando precisar.

Tem a total liberdade de decidir quando irá utilizar e em qual especialidade. Mas, o plano de saúde empresarial dá ao colaborador a certeza de que quando algo acontecer ele terá esse suporte disponibilizado pela empresa.

Como escolher o plano de saúde para a empresa?

Custo para a empresa

Cada prestadora de planos de saúde tem uma tabela de preços, e estes custos variam de acordo com a faixa etária, com a abrangência e com a abertura escolhida.

Empresas como Unimed, Bradesco, Porto Seguro e Notre Dame disponibilizam planos de saúde empresarial, cada qual com as suas vantagens, tabela de preços, custos mas que seguem as mesmas regras de dependentes.

Para saber os valores é preciso realizar o cálculo das propostas em um simulador, nele precisa colocar quantos colaboradores possuem cada faixa etária, selecionar o plano empresarial e ver a cotação sem ou com coparticipação.

Através do simulador e conferindo a tabela de planos de saúde da operadora escolhida, é possível verificar os valores que mais valem a pena para a sua empresa e que vão atender a todos os colaboradores.

Abrangência nacional x regional

Ao realizar a contratação do plano de saúde empresarial, é preciso verificar se a abrangência daquele convênio atende às expectativas da sua empresa e se será bom para os funcionários.

Quando a abrangência é nacional, o plano de saúde pode ser usado por todo o Brasil e, mesmo se o colaborador realizar alguma viagem seja a trabalho ou não, poderá continuar cuidando da saúde.

Agora, quando a abrangência é regional, o colaborador só poderá utilizar o plano de saúde dentro de uma determinada região do país, e caso precise de atendimento fora dessa região não poderá utilizar do convênio.

Perfil dos colaboradores

Na hora de contratar um plano de saúde empresarial, checar a abrangência e se pode ter dependentes, também precisa conhecer o perfil dos seus colaboradores, para fazer uma escolha que realmente os atenda.

Verifique o que precisa saber do perfil dos seus colaboradores:

Número de colaboradores

Quando realizar a contratação, todos os colaboradores terão direito em adquirir o plano de saúde, Eles possuem o direito de recusar, mas é obrigação da empresa oferecê-lo a todos,  em caso de fechar contrato com a prestadora.

Faixa etária

Como a tabela de preços é de acordo com a idade, precisa saber as idades dos colaboradores e principalmente as datas de aniversário, pois   quanto maior a idade mais caro o plano fica.

Estado Civil 


Saber o estado civil é importante, pois o colaborador pode querer colocar a cônjuge ou companheiro como dependente, como também pode não querer.

Dependentes

Caso o colaborador decida colocar dependentes, é importante saber quantos possuem esse interesse, já que pode ser adicionado avós, bisavós, netos, bisnetos, pais, filhos e precisa ter uma cobertura para isto.

Cobertura do plano

Todos os planos de saúde possuem algumas coberturas obrigatórias, que são as acordadas na contratação e também existem outras que são disponibilizadas fora da obrigatoriedade.

Ao avaliar a cobertura, também descobre se o convênio realmente atende às necessidades da empresa, para realizar a consulta é no site da prestadora ou direto com o corretor do plano.

Mas de modo geral as coberturas mais comum são:

  • Consultas;
  • Exames;
  • Tratamentos;
  • Hospitalar;
  • Ambulatorial;

Existem alguns tipos de exames, cirurgias e tratamentos que o plano de saúde pode oferecer dentro da cobertura, e outros que só oferecem por fora da cobertura, sendo cobrado valor adicional.

Por conta disso, é necessário que verifique com a prestadora que deseja contratar para fazer uma comparação referente às coberturas.

Qual a carência e reajustes?

Por mais que realize a contratação com valores combinados, é importante a empresa ter uma reserva para as alterações de valores e tempos para recorrer aos serviços, pois se atualizam sempre e costumam ser automáticos.

A carência, é o tempo de espera para poder utilizar determinado serviço ou iniciar o uso da cobertura, é preciso estar sempre atualizado, pois os prazos e datas estão sempre mudando.

Os reajustes são as mudanças de valores, no caso da faixa etária, assim que mudam de idade é automaticamente cobrado um valor maior. Em 2020 foi suspenso esse reajuste por conta da pandemia.

Se a empresa tem até 29 vidas, pagará uma taxa única de reajuste, agora se possui mais de 30 vidas, o reajuste é de acordo com as informações do contrato.

A ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar, é a responsável por atualizar o tempo de carência e os valores dos reajustes de todos os tipos de planos de saúde do país, é importante se alinhar às regras desta agência.

Dúvidas RH: Gestão de benefícios – Plano de saúde empresarial

imagem de uma pessoa segurando uma folha de papel

Quando é possível cancelar o plano de saúde do colaborador?

Assim que ocorre uma demissão por justa causa, quando acontece uma tentativa de fraude. O RH da empresa tem o período de 30 dias para solicitar a exclusão do beneficiário.

Caso o funcionário seja efetivado em outra empresa que também forneça o plano de saúde, antes do tempo de solicitação, o cancelamento é imediato.

O funcionário pode continuar com o plano de saúde após a demissão?

De acordo com a ANS, somente em casos de demissão sem justa causa e por tempo de casa equivalente ao tempo de utilização do plano de saúde, que o funcionário poderá permanecer no plano de saúde.

Neste caso, o funcionário só poderá utilizá-lo dentro de um período de 6 meses a no máximo 2 anos, para que o colaborador não fique desamparado.

Isso ocorre porque, quando há uma demissão, entende-se que é o momento de mais fragilidade do colaborador, em que estará sem emprego e precisaria custear um convênio para manter um período de mais estabilidade.

O que fazer em caso de Sinistralidade?

Sinistralidade se refere ao valor gasto pela empresa, na quantidade vezes em que um colaborador utilizou o plano de saúde para realizar procedimentos como cirurgias, exames ou consultas.

Ocorre esse impacto, quando apenas um beneficiário recorre muitas vezes aos procedimentos e a empresa acaba tendo que arcar com um valor maior por isso.

Não deixar o valor do plano muito abaixo, pois precisa cobrir os custos de uso, também podem implantar um local de trabalho saudável, realizar treinamentos de boas práticas e uso consciente do benefício podem contribuir para evitar a causa do sinistro.

Conclusão

Vamos relembrar o que foi dito neste artigo, sobre o benefício do plano de saúde empresarial.

Vimos que aumentou o número de brasileiros adeptos às contratações de planos de saúde, principalmente no período de pandemia, pois a preocupação com a saúde e cuidados pessoais aumentaram.

As empresas não são obrigadas a fornecerem planos de saúde aos seus funcionários, assim como eles também não são obrigados a aceitar o plano escolhido pela empresa.

É necessário fazer uma série de análise e captar diversas informações dos colaboradores, antes de realizar a contratação do plano de saúde. É preciso verificar a abrangência, faixa etária, estado civil, dependentes e cobertura.

O plano de saúde empresarial disponibiliza aos colaboradores, a acessibilidade a laboratórios, exames, consultas clínicas e até consultas psicológicas. Que podem ser pagos de maneira integral pela empresa ou com coparticipação do colaborador.

As principais vantagens deste benefícios para os colaboradores e empresa são: aumento da produtividade, maior valorização da empresa pelo funcionário, equipe mais engajada e a melhora na qualidade de vida.

A ANS sempre lança novos prazos de carência, e gera novos reajustes de valores dos planos, assim que a idade do beneficiário muda o valor do plano se altera automaticamente, passando a ficar mais caro.

Um funcionário demitido sem justa causa ainda poderá permanecer no plano de saúde, em um período de 6 meses a 2 anos, por ser um momento de mais fragilidade do colaborador, a empresa acaba por arcar com esses gastos.

E para evitar o sinistro, é importante reservar um valor maior que o custo do plano, para em caso de emergências a empresa não ficar no prejuízo.

Então se você gostou desse texto, no blog PontoTel falamos muito mais sobre assuntos ligados a RH e administração de empresas! Confira outros artigos.

Compartilhe em suas redes!

Fonte: PontoTel

Posts Relacionados