Como pagar IPVA atrasado e parar de perder dinheiro?

Aluguel de garagem, estacionamento, lavagem, seguro, IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), licenciamento, DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de via Terrestre), CRV (Certificado de Registro de Veículo), combustível, revisão, manutenção. Esses são alguns exemplos dos gastos básicos de um carro.

A lista é longa e o valor desembolsado por ano com essas obrigatoriedades pode chegar a uma média de R$15 mil reais, conforme o ano e modelo do carro, segundo uma pesquisa da Minuto Seguros. Mas imagine que esse valor pode ser ainda maior caso os pagamentos não sejam efetuados em dia.

O IPVA é um dos impostos automotivos que você deve se atentar para não perder dinheiro, porque a cobrança de juros e multas é relevante. Caso o pagamento não tenha sido feito no período estipulado por lei, para pagar IPVA atrasado você deve:

  • acessar o site do Detran ou da Secretaria da Fazenda do seu estado;
  • inserir a placa do veículo e o Renavam;
  • emitir uma  guia de pagamento GRD (Guia para Regularização de Débitos);
  • escolher uma das formas de pagamento e condições;
  • pagar a guia em um banco, posto de atendimento da Secretaria da Fazenda ou em uma casa lotérica.

Quer entender como funciona cada uma das etapas? Então, acompanhe o post e veja como pagar IPVA atrasado com tranquilidade, conseguir uma boa negociação e acabar com esse prejuízo no seu bolso.

O que é IPVA?

IPVA é a sigla para Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, encargo de periodicidade anual que incide sobre a posse de automóveis terrestres. Ou seja, carro, moto, caminhão, ônibus, micro-ônibus, máquina agrícola, ciclomotor e afins. 

Se você quiser entender melhor quais são os impostos cobrados no país e como eles funcionam, recomendamos a leitura deste artigo aqui.

O IPVA é um imposto de responsabilidade estadual, por isso cada Secretaria determina a sua taxa e regras individualmente, considerando o ano e a marca do automóvel.

Conforme previsto na Constituição Federal, esse valor é recolhido sempre no mês de janeiro e é dividido entre a federação e os municípios de registro dos veículos.

Por causa de tantos compromissos financeiros no início do ano, não é raro que o seu pagamento atrase ou que o proprietário não consiga arcar com o valor.

Quais as consequências de atrasar o pagamento do IPVA?

O vencimento da guia ou atraso no pagamento do IPVA pode gerar consequências sérias ao proprietário do veículo. As principais implicações são:

  • ter o nome incluído na lista de devedores de órgãos de proteção ao crédito (SPC, SCPC e Serasa);
  • dificuldade em conseguir empréstimos, financiamentos e equivalentes;
  • cobrança de juros mensais e multas diárias;
  • ter o nome incluído na dívida ativa do governo (autoriza a cobrança judicial);
  • impossibilidade de fazer o licenciamento do carro;
  • impossibilidade de transferir a propriedade do veículo para terceiros;
  • possibilidade de ter o veículo apreendido em uma blitz*;
  • risco de perder 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • risco de perder o bem em uma execução fiscal.

*Aqui vale uma ressalva importante. A falta de pagamento do IPVA impede que o proprietário do veículo faça o licenciamento do veículo em alguns estados. E, por sua vez, veículos com licenciamento irregular podem ser apreendidos. Ou seja, o veículo não é apreendido por falta de pagamento do IPVA e sim pela ausência do licenciamento anual.

No caso, o automóvel poderá ser guinchado para o pátio do Detran até que a situação seja regularizada. O período em que o carro estiver estacionado no pátio também será taxado. Por isso, a impossibilidade de fazer esse pagamento, pode levar o automóvel a leilão.

O não pagamento do imposto pode gerar consequências desastrosas, dessa forma o proprietário deve estar atento ao cumprimento da lei. Veja a seguir como pagar o IPVA atrasado.

Como pagar IPVA atrasado?

O pagamento é muito mais simples do que parece, mas, infelizmente, o valor da dívida é expressivo. Para entender como pagar IPVA atrasado, confira o passo a passo que preparamos a seguir.

1. Acessar o site do Detran ou da Secretaria da Fazenda do seu estado

Como pagar IPVA atrasado é indispensável para assegurar a segurança da sua propriedade e saúde financeira, deve ser uma prioridade. 

O primeiro passo para quitar essa dívida é acessar o site do Detran ou da Secretaria da Fazenda do seu Estado. Lá é possível consultar e verificar as situações pendentes registradas no seu veículo. 

2. Inserir a placa do veículo e o RENAVAM

O próximo passo é inserir os dados do seu veículo. Seja qual for o site que você tenha optado, você deverá preencher o campo de identificação do automóvel com o número da placa e o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores).

Feito isso, todos os débitos vinculados com o seu registro, inclusive o IPVA vencido ou atrasado poderão ser acessados. Nas próprias plataformas, indicações de como pagar IPVA atrasado serão exibidos de forma simples e intuitiva.

3. Emitir uma  guia de pagamento GRD

Agora é preciso uma nova autorização de pagamento, por isso você deve emitir uma GRD (Guia para Regularização de Débitos).

Essa guia já calcula os valores de juros e encargos atrasados, permitindo que o pagamento do IPVA vencido seja feito sem pendências.

4. Escolher uma das formas de pagamento e condições

O quarto passo deste guia de como pagar IPVA atrasado é a forma de pagamento. Dentre as opções, escolha a forma e as condições que forem mais apropriadas para a sua realidade financeira. 

Há duas possibilidades para quitar essa dívida: pagar o valor integralmente ou parcelar o débito. Para conseguir o parcelamento, é preciso procurar a Secretaria da Fazenda do seu estado e solicitar uma negociação.

5. Pagar a guia em um banco, posto de atendimento da Secretaria da Fazenda ou em uma casa lotérica.

Para finalizar, é preciso pagar a guia. Você deve efetuar o pagamento integral ou a primeira parcela do valor do IPVA vencido ou atrasado no local de sua preferência, seja no banco, numa casa lotérica ou ainda na Secretaria da Fazenda.  Depois disso é só pagar as demais parcelas em dia para não entrar na inadimplência novamente.

Como pagar IPVA atrasado deve ser uma prioridade para proteger o seu dinheiro, esses 5 passos devem ser seguidos o quanto antes.

A aquisição de um carro, seja um modelo usado ou novo, traz muitos benefícios. Contudo, também gera gastos significativos. Muitas pessoas não sabem quanto custa para mantê-lo e acabam atrasando ou negligenciando o pagamento de impostos obrigatórios como o IPVA. 

É indispensável ter um planejamento financeiro que considere todos esses gastos e possíveis imprevistos, como pagar o IPVA atrasado por exemplo. Com organização e responsabilidade, você consegue quitar esse valor pendente, resolver a situação legal e ainda deixar de perder dinheiro com juros e multas.

Agora que você já sabe como pagar IPVA atrasado, compartilhe o post nas suas redes sociais com quem também possa precisar desse passo a passo!

Fonte:Xerpa

Posts Relacionados