Contabilidade para empresas de TI: o que você precisa saber sobre o assunto

Saber como trabalhar com um bom serviço de contabilidade para empresas de TI é essencial para quem quer ter sucesso nessa área. Afinal, em um segmento tão competitivo quanto o de Tecnologia da Informação, qualquer vantagem em relação aos concorrentes é importante para se manter com destaque e conquistar clientes, algo essencial para o crescimento da empresa.

Hoje em dia, o cenário de TI apresenta uma série de desafios para os empreendedores, desde a falta de mão de obra qualificada (o déficit de contratação é de 24 mil vagas por ano) até a falta de estrutura técnica no país. No entanto, o grande número de pessoas no mercado consumidor e outros fatores fazem com que seja vantajoso tentar enfrentar esses desafios.

Quer saber como usar a contabilidade para empresas de TI a seu favor? Então siga a leitura do artigo abaixo!

5 pontos da contabilidade para empresas de TI

1. Regime tributário

Uma das mais importantes questões contábeis a resolver dentro de uma empresa de TI é o regime tributário a escolher. No geral, as opções são 3:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Real.

No entanto, existe também a possibilidade de usar o Inova Simples, um regime tributário criado apenas para startups e empresas disruptivas. Nesse caso, é uma possibilidade interessante para algumas empresas de TI, caso se encaixem na definição proposta em lei.

Dentre as outras opções, é essencial ter o apoio de um contador para que se possa fazer um planejamento tributário com base na expectativa de faturamento e calcular qual a melhor opção para a empresa.

2. Folha de pagamento

Empresas de TI costumam ter problemas com a folha de pagamento. Em primeiro lugar, há o já mencionado déficit de 24 mil vagas por ano no setor, o que denota a ausência de bons profissionais para serem contratados. Isso faz com que cada programador ou desenvolvedor seja ainda mais importante.

Em segundo lugar, é prática comum no mercado a contratação de profissionais no modelo PJ, o que pode ser irregular sob certos aspectos. Portanto, é essencial ter uma equipa de contabilidade pronta para processar a folha de pagamento da maneira certa, evitando problemas no futuro.

3. Suporte e consultoria

Não é raro ver empresas de TI trabalhando em segmentos inovadores, muitas vezes criando nichos onde antes não havia nada. Por isso, muitas das ações realizadas por esses negócios são sem precedentes e, em vários casos, sem regulamentação jurídica.

Por causa disso, é essencial ter o acompanhamento de contadores capazes de prestar suporte e consultoria do ponto de vista contábil das ações. Isso ajuda a dar mais segurança para quem está na vanguarda do empreendedorismo.

4. Investimentos-anjo

Não são todas as empresas de TI que são startups, mas uma boa porcentagem delas é. Na prática, isso faz com que muitos negócios nessa área precisem lidar com os investimentos-anjo, realizados por investidores que desejam ajudar a empresa a crescer e se tornar lucrativa no seu modelo de negócio.

No entanto, esses investimentos-anjo têm impacto na contabilidade da empresa. É essencial saber como trabalhar com esses valores dentro da organização do negócio.

Por exemplo, antigamente o dinheiro investido na empresa era considerado faturamento. Na prática, isso fazia com que o investimento recebido pudesse tirar o negócio do Simples Nacional e jogar no Lucro Presumido.

No entanto, desde a Lei do Investimento-Anjo, esse cenário mudou. Dito isso, é importante ter o apoio contábil de contadores especializados para poder tratar dessa situação da melhor maneira possível.

5. Planejamento de crescimento

Por fim, é importante ter em mente que a contabilidade para empresas de TI não é apenas uma área reativa, que foca em reagir ao que já aconteceu. A contabilidade, por si só, é uma área propositiva na gestão empresarial, caso o empreendedor saiba como usá-la da maneira correta.

O planejamento tributário pode auxiliar para deixar uma empresa de TI mais enxuta e mais competitiva, o que tem um impacto positivo no seu crescimento como um todo. Afinal de contas, é a contabilidade que pode ajudar a reduzir custos tributários para fazer a  empresa ficar mais leve.

Além disso, uma boa gestão financeira é essencial para empresas de TI que precisam fazer investimentos constantes a fim de crescerem (são necessários novos computadores, softwares e mais elementos tecnológicos). Essa boa gestão pode ser conseguida com a contratação de um BPO Financeiro.

Pronto! Esses são os 5 pontos da contabilidade para empresas de TI, essenciais para ter em mente. Dessa forma, você poderá contratar um bom escritório de contabilidade para ajudar o seu negócio a evoluir e a ser mais produtivo. Caso você já tenha um contador, mas não esteja satisfeito ou não usufrua das vantagens mencionadas no conteúdo, basta trocar de prestador de serviços.

Fonte: Consultoria RR

Posts Relacionados