Dicas para trabalhar em casa com segurança


O trabalho em casa, também chamado de home office, pode ser uma solução para diversos empreendedores e varejistas que precisam manter sua renda mesmo com o isolamento social causado pelo novo coronavírus. Ferramentas digitais permitem que uma série de atividades, como a escrita de texto, edição de imagens, publicidade, inventário, sejam feitas mesmo longe do ambiente normal de nossas profissões.

No entanto, a possibilidade de trabalhar em casa com eficiência também depende da acomodação de nosso ambiente e ferramentas para evitar problemas que podem afetar nossa produtividade ou segurança. Nesse último ponto, a segurança digital é um tema de importância fundamental atualmente, já que ataques online crescem constantemente.

Nesse artigo, aprenda as melhores dicas de segurança digital para o seu home office e fique livre para trabalhar sem preocupações e dores de cabeça. A integridade dos seus dados pessoais e de sua empresa são muito importantes para garantir um ambiente profissional adequado, mesmo dentro de casa.

Com algumas técnicas simples, é possível evitar uma série de problemas que mesmo pertencendo ao mundo digital, causam dificuldades reais em nossa vida. Por exemplo, ataques de ransomware podem tornar nossos arquivos reféns e exigir um pagamento para nos dar acesso aos dados, spyware de competidores podem roubar fichas de clientes e dados da empresa, e a falta de sincronização de arquivos pode dificultar o trabalho coletivo ou ocasionar perda de dados importantes. Por isso, é importante tomar conta da segurança digital antes de começar o home office, pois é sempre melhor prevenir do que remediar, ainda mais quando tratamos de arquivos importantes. 

Home office – protegendo sua rede doméstica

A primeira etapa para garantir a sua segurança digital é proteger a sua rede. Isso é importante pois ela é a intermediária entre seus dispositivos e toda a internet. A rede mundial de computadores nos trouxe uma série de benefícios, como o acesso imediato a qualquer informação, trabalho em grupo remoto, e conforto. Por outro lado, também nos expõe a pessoas de qualquer parte do mundo e, como consequência, a ataques virtuais dos mais diversos tipos.

Protegendo seu roteador

O roteador é o aparelho que funciona como um carteiro de sua rede no home office, ele é responsável por enviar e receber os pacotes de informação oriundos da internet. Além disso, ele também é o aparelho que cria uma senha e protege sua conexão contra invasores. 

O primeiro passo para defender seu roteador é transformá-lo em um roteador VPN. Uma conexão intermediada por uma VPN usa técnicas de criptografia para proteger todo o tráfego, impedindo que invasores interceptem e decifrem o conteúdo. Isso é importante para proteger dados bancários, arquivos confidenciais, e evitar interferências da operadora na hora de baixar ou enviar arquivos grandes. 

Aproveite também para configurar corretamente a sua rede Wi-Fi, de acordo com algumas regras fundamentais: 

  • Selecione o padrão de criptografia WPA2-Pessoal, com AES. Não use WEP ou WPA pois esses modos já não são mais seguros.
  • Desabilite o recurso “WPS” – ele deixa seu roteador vulnerável à descoberta de senha por força bruta.
  • Use um gerador de senhas forte, ou crie sua própria senha com: No mínimo 8 caracteres, algum símbolo especial (!,%,etc) e números. 

DNS

Para proteger ainda mais sua rede, procure pela opção de configurações de DNS. O DNS é o servidor que indica o caminho entre seu computador e o site que deseja acessar, por isso, é fundamental a escolha de um DNS rápido e de uma entidade confiável. Duas escolhas boas são o DNS da CloudFlare e Google.

  • Cloudflare DNS: 1.1.1.1 e 1.0.0.1
  • Google DNS: 8.8.8.8 e 8.8.4.4

Tornando seu computador seguro para o home office

Agora que nossa rede está protegida, está na hora de focar nossa atenção nos computadores onde o trabalho realmente irá ocorrer. Os computadores pessoais podem ser rapidamente convertidos em computadores seguros para home office, mas para isso, é importante tomar certos cuidados antes de começar a trabalhar. 

Proteção contra malware

Atualmente, os programas de antivírus não são mais tão pesados como antes já foram, e por isso, não há grande impacto na performance de seu computador. Isso significa que vale a pena manter um instalado, pois esse tipo de programa pode impedir ameaças graves à sua segurança. Para usuários do Windows, o Windows Defender da própria Microsoft já é uma excelente proteção, e para usuários avançados, programas como o MalwareBytes ou AVG são suficientes.

Outra dica importante é evitar o download de programas oriundos de fontes desconhecidas ou piratas, já que essas são a principal origem dos vírus atualmente. Na dúvida, baixe somente programas da Microsoft Store no Windows ou App Store no Mac, caso precise de um programa de outra fonte, baixe diretamente do site do desenvolvedor. 

Sincronização segura de arquivos

Outro aspecto que facilita a vida no home office atual é a possibilidade de sincronizar seus arquivos de forma segura entre todos os seus dispositivos, e até mesmo com outras pessoas caso deseje. Isso evita o uso de emails que não possuem proteção dos dados, pendrives e CDs frágeis, além de otimizar nosso trabalho em equipe. 

Para isso, muitos programas com diversas faixas de preço e funcionalidade estão disponíveis, são os famosos serviços de nuvem. Para usuários de Windows o OneDrive da Microsoft já vem com o sistema, e para usuários de Mac o iCloud Drive já está instalado. No entanto, pode valer a pena conferir os preços do Google Drive e Dropbox, além de outros concorrentes, para escolher a opção custo benefício mais apropriada. 

Todos os arquivos que forem adicionados à pasta segura do programa serão sincronizados em qualquer aparelho que também conecte-se a sua conta. Se manter toda a sua atividade do home office nesta pasta, além de garantir a segurança dos arquivos, também poderá continuar o trabalho rapidamente quando finalmente puder retornar ao escritório. 

Backup do sistema

Outra etapa importante para garantir a integridade dos arquivos mesmo em casos de acidentes é o backup dos dados. A boa notícia é que hoje em dia essa tarefa não é tão tediosa como antigamente, já que os sistemas operacionais modernos contam com recursos de backup automático.

Para os usuários do Mac, basta pesquisar por “Time Machine” no campo de busca do sistema, ativar o recurso, e escolher a localização dos backups, que serão feitos automaticamente conforme a necessidade.

Já nos computadores Windows, existem vários programas de terceiros que possuem essa funcionalidade, mas no Windows 10 é muito fácil configurar o backup automático que já vem com o sistema, sendo protegido pela sua conta da Microsoft. 

Criptografia de arquivos

Além de todas as dicas que já fornecemos, podemos trabalhar no home office com arquivos ainda mais sensíveis que exigem proteção redobrada. Para esse tipo de documento, podemos empregar a criptografia para proteger o arquivo com senha. Assim, mesmo que alguém consiga burlar todas as etapas de segurança e roubar o arquivo, ele será inútil e impossível de ser lido sem a sua senha.

Isso pode ser essencial em um mundo onde o roubo de dados por concorrentes é mais comum do que parece, ou quando nosso trabalho exige a coleta de informações sensíveis de funcionários e clientes. 

No Windows a criptografia pode ser ativada usando o recurso BitLocker, basta selecionar os arquivos e unidades a serem protegidos e ativar o recurso, que pode ser encontrado no Painel de Controle.

No Mac, todos os arquivos são criptografados por padrão, mas você pode usar a ferramenta Disk Utility para criptografar discos externos selecionando a opção APFS Criptografado como formato de arquivos. 

Dicas adicionais de segurança digital no home office

Além da proteção dos computadores e rede, algumas dicas gerais de segurança podem melhorar nossos hábitos durante o home office e evitar problemas, são elas:

Escolha de senhas

A melhor forma de proteger suas contas é escolhendo uma senha segura. Usar um gerenciador de senhas é a melhor opção, e diversos estão disponíveis no mercado como o 1Password e o Remember. Mas caso decida criar sua própria senha, uma dica interessante é que palavras aleatórias separadas por hífen, como “salto-púrpura-urso” são senhas mais seguras que as combinações tradicionais de palavras e números, como “paçoca25” ou “1998eduardo”.

Smartphones e tablets

Essa categoria de dispositivos móveis acabou dominando o mercado e a vida dos consumidores. Hoje, é impossível imaginar um mundo sem que todos carreguem um celular no bolso. E para muitas empresas, o WhatsApp e aplicativos como o Trello se tornaram ferramentas fundamentais de trabalho. Por isso, esses aparelhos se encaixam perfeitamente no home office, desde que sejam adequadamente protegidos.

  • Atualize o iOS ou Android para a versão mais recente. As atualizações incluem correções para falhas de segurança que afetam as versões mais antigas dos sistemas.
  • Não faça root ou jailbreak. As técnicas servem para customizar o sistema e modificar o visual do aparelho, mas deixam o usuário exposto a diversos tipos de ataque e roubo de informações. 
  • Tome cuidado ao se conectar em redes públicas quando não estiver no home office, dando preferência ao sinal móvel de sua operadora.

Conclusão

Agora já estamos seguros para trabalhar com o estilo home office sem nos preocupar com ameaças digitais que podem comprometer nossos arquivos mais importantes. É importante destacar que essas medidas devem ser tomadas o mais rápido possível, pois cada dia que adiarmos pode ser a oportunidade perfeita para um invasor. E para mais dicas que podem ajudar o seu home office, confira como gerenciar colaboradores através da internet

Blog Quanto Sobra


Posts Relacionados