É possível pagar menos impostos? A importância do planejamento tributário para sua empresa


O planejamento tributário é a análise do orçamento
empresarial projetado para uma empresa, comparando os regimes de tributação, a
fim de maximizar os lucros da empresa com a diminuição dos impostos, ou com
aproveitamento de benefícios fiscais, de maneira legal e eficiente.

As regras tributárias no Brasil são bastante complexas, mas dedicar
um tempo para conhecê-las e aplica-las pode trazer muitos benefícios para o seu
negócio, mudando de forma significativa o peso dos impostos no orçamento da sua
empresa.

O que é
planejamento tributário?

O planejamento tributário é a análise de um plano
financeiro sobre uma perspectiva tributária. O objetivo do planejamento
tributário
é garantir a eficiência tributária.

Por meio do planejamento tributário, todos os elementos devem
ser analisados em conjunto, considerando as variáveis dos impostos Federais,
Estaduais e Municipais, além dos encargos sobre a Folha de Pagamento dos Sócios,
Funcionários e Profissionais Autônomos, pois desta forma a análise é mais
eficiente em termos tributários.

Planejamento Tributário
Estratégico

O planejamento tributário estratégico consiste em traçar as
melhores maneiras de cumprir as obrigações ficais da sua empresa.

Além disso, permite que seja feito um estudo completo a fim de
escolher o melhor enquadramento para sua empresa, com base na análise de dados
e relatórios, e comparando os regimes de tributação no Lucro Real, Presumido,
Arbitrado e no Simples Nacional. A adoção da estratégia correta para seu modelo
de negócio contribui na diminuição dos tributos e na utilização de benefícios
fiscais.

O planejamento tributário é umas das ferramentas
administrativas mais importantes. Ele permite que seja realizado um
acompanhamento de todas as atividades da empresa, e fazer a análise fiscal
constate para cada operação.

Esse planejamento envolve balanços periódicos e constantes estudos
dos valores de impostos, assim é essencial que todo o planejamento operacional esteja
alinhado com a contabilidade.

Qual a
importância do Planejamento Tributário

  • Lucratividade e rentabilidade: Entre os
    objetivos mais importantes do planejamento tributário está a maximização do
    lucro e um maior retorno sobre os investimentos.
  • Redução da responsabilidade tributária: Como
    contribuinte, você pode economizar o valor máximo do imposto devido,
    trabalhando de acordo com as leis vigentes, possibilitando inclusive a
    simplificação das obrigações fiscais e responsabilidades tributárias.
  • Crescimento sustentável: O
    crescimento de uma empresa depende em grande parte da sustentabilidade nos
    negócios, por isto é muito importante analisar o impacto da carga tributária e
    a consequente perda dos benefícios fiscais, aplicados sobre as micro e pequenas
    empresas, com o acréscimo de faturamento da empresa.

Como funciona
o planejamento tributário

O planejamento tributário abrange várias considerações. As
considerações incluem o faturamento da empresa, a classificação fiscal dos
produtos, o local das compras e das vendas, o valor das despesas, as margens
aplicadas, a possibilidade de aproveitamento de créditos e benefícios fiscais,
além da análise conjunta da situação das demais empresas que o sócio participe.

Etapas para o
planejamento tributário

Analise todos
os dados financeiros da empresa

Se você não começar a tomar decisões que possam reduzir os
impostos no início do exercício civil, mais precisamente em janeiro, ficará com
o mesmo regime de tributação atualmente existente.

A opção do Simples Nacional é possível até o dia 31 de janeiro; já
a opção pelos demais regimes de tributação, ocorrerá através do pagamento da
primeira guia de IRPJ do ano. Portanto, é altamente recomendável que o
planejamento tributário
comece cedo, para que você tenha mais tempo de
fazer uma boa estimativa das receitas, custos e despesas da empresa, a fim de
fazer a melhor escolha do regime tributário, e maximizar o retorno sobre os investimentos.

Quanto mais cedo você conseguir essas informações, mais tempo terá
para fazer algo a respeito.

Avalie a
responsabilidade fiscal

A responsabilidade fiscal também é muito importante de ser
avaliada. O regime de tributação escolhido definirá quais obrigações fiscais
serão apresentadas para o fisco. Estas obrigações fiscais são declarações
acessórias que impactam em maior ou menor número de informações da empresa que
serão apresentadas.

O compliance é conhecido como o dever de estar em
conformidade com os Atos, Normas e Leis. É importante avaliar o nível de
regularidade fiscal da sua empresa, e se possui os controles internos
necessários para cumprir com as exigências legais, para optar pelo regime
tributário Lucro Real, por exemplo; pois neste regime de tributação a
complexidade é maior para apuração dos impostos, e exige um maior detalhamento
das informações da empresa no Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

Conte com uma empresa especializada

Você pode solicitar ao seu Contador para executar uma projeção dos
impostos da sua empresa para o exercício civil vigente. É provável que você
obtenha boas recomendações.

Você precisará fornecer uma estimativa de tudo o que você acha que
afetará a operação da sua empresa, e pedir um aconselhamento sobre o melhor
regime de tributação para o ano que se inicia.

Um Contador especializado saberá quais perguntas fazer para ajudá-lo a coletar as informações de forma correta. Ele também poderá ajudá-lo em ações específicas a serem tomadas, com base em seus números.

Nós da Rimar
Contabilidade
somos uma empresa com o propósito de prestar serviços em
consultoria contábil, e também atuamos nas áreas fiscal, tributária, societária
e de folha de pagamento.

Fonte: Rimar Contabiilidade


Posts Relacionados

Leave a Comment