entendendo a importância de colaboradores saudáveis

Se a sua empresa nunca ouviu falar em atenção primária, este é o momento para mudar isso. Também conhecida como atenção básica ou assistência primária à saúde (APS), essa é uma estratégia focada na prevenção de doenças, com a intenção de sempre garantir o bom atendimento da população pelos sistemas de saúde.

Para as empresas, investir na atenção primária é uma forma de demonstrar cuidado com a saúde dos colaboradores, além de assegurar a produtividade dos funcionários a longo prazo. 

Embora a saúde seja um cuidado pessoal, a maioria das empresas sabe que oferecer alternativas para cuidar do bem-estar de seus funcionários ajuda a evitar contratempos maiores no futuro, como faltas e afastamentos.

Sendo assim, cabe aos gestores criar estratégias para implementar benefícios que atendam de forma efetiva às necessidades dos colaboradores. O foco é sempre buscar a promoção de uma melhor qualidade de vida entre os funcionários.

Neste artigo, realizado em uma parceria entre a Cuidas e a Xerpay, você conferirá detalhes sobre a importância da atenção primária, aprenderá como implementá-la dentro das corporações, além de outras informações.

Continue a leitura!

O que é atenção primária?

A atenção primária é uma divisão de atendimento médico que tem como objetivo ser o primeiro contato entre o indivíduo e o sistema de saúde. 

No Brasil, essa divisão é estabelecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS), e funciona como um modelo de assistência à saúde que foca na orientação, na prevenção de doenças e no diagnóstico precoce.

Para conseguir promover uma atenção básica de qualidade, é preciso conhecer o colaborador de forma completa para identificar suas reais necessidades e, então, criar estratégias efetivas para aumentar o bem-estar e a qualidade de vida dos funcionários.

A atenção primária à saúde segue quatro pilares definidos para facilitar a criação das estratégias para a aplicação da mesma. Esses quatro pilares são:

  • Primeiro acesso aos serviços de saúde: a atenção primária como primeiro contato do indivíduo com o sistema de saúde;
  • Longitudinalidade: referente ao acompanhamento da saúde dos indivíduos a longo prazo;
  • Integralidade: cuidado do indivíduo por inteiro, levando em consideração não só o aspecto físico, mas também o social e psicológico;
  • Coordenação do Cuidado: organização de recursos e ferramentas para garantir o acompanhamento da evolução do indivíduo.

Através desses quatro pilares, a atenção primária consegue atuar de maneira preventiva na saúde de cada um, garantindo o bem-estar e melhores condições de vida a todos.

Qual a importância de cuidar da saúde dos colaboradores?

A importância de cuidar da saúde e do bem-estar dos funcionários já é de conhecimento das empresas há muito tempo. Os benefícios acabam sendo para ambos: enquanto os colaboradores podem desfrutar de uma maior qualidade de vida em geral, a empresa pode contar com profissionais produtivos e resultados mais positivos.

Cuidar da saúde dos colaboradores também é uma forma de tornar o negócio mais atrativo no ambiente de negócios. Afinal, a valorização do capital humano permite que as empresas se destaquem em um mercado competitivo, o que é uma vantagem tanto na hora de atrair talentos quanto para cativar clientes.. 

Há muitos benefícios que podem ser oferecidos aos colaboradores visando os cuidados com a saúde e que proporcionam uma melhor qualidade de vida. O importante é que os gestores conheçam muito bem suas equipes, a fim de oferecer opções que realmente atendam às necessidades dos colaboradores, incluindo aspectos como cuidados com a saúde mental.

Além dos pontos já citados, uma estratégia que foca na saúde dos funcionários garante ainda mais vantagens para a empresa. Entre as principais, destacamos:

Diminuição de faltas e licenças

Não é errado dizer que um funcionário doente é sinônimo de prejuízo para a empresa, especialmente porque significa que ele está ausente do ambiente de trabalho. As faltas e licenças acabam atrapalhando as equipes e a produtividade como um todo, além do custo dos funcionários para a empresa.

Investir em planos de cuidados com a saúde para os colaboradores ajuda a reduzir esse número de absenteísmo, especialmente para problemas que podem ser evitados através da prevenção e de cuidados que podem ser tomados a longo prazo (funções da atenção primária).

Vale ressaltar, ainda, que o investimento na saúde dos profissionais também ajuda a evitar uma série de acidentes de trabalho. Principalmente aqueles mais ligados à postura, repetição de atividades, entre outros.

Aumento da produtividade

Funcionários saudáveis e satisfeitos com o ambiente de trabalho produzem mais e melhor. Essa máxima é um ponto extremamente vantajoso para as empresas que investem no bem-estar de seus colaboradores.

Quando uma empresa oferece benefícios interessantes aos seus funcionários, eles valorizam o tal investimento. Isso reflete de forma positiva na produtividade, com os profissionais sendo mais proativos, dando sugestões e alcançando excelentes resultados.

Diminuição do turnover

Funcionários insatisfeitos não pensam duas vezes para trocar de empresa. E a alta rotatividade de funcionários gera muitos custos, além de afetar diretamente a produtividade pelas constantes mudanças nas equipes e falta de projetos a longo prazo.

Outro problema causado pelo alto turnover é a dificuldade de manter profissionais qualificados na empresa. E isso também afeta os resultados do empreendimento. Benefícios e o cuidado com o capital humano são atrativos que ajudam na retenção de talentos.

Redução de custos

Como dito anteriormente, faltas e licenças médicas são um custo para a empresa. Quando os resultados do negócio são afetados pela baixa produtividade, os gastos sem retorno para o negócio também são maiores. Além disso, a alta rotatividade de funcionários também afeta negativamente as finanças do empreendimento.

Todos esses gastos podem ser reduzidos e até mesmo eliminados, através de um investimento estratégico que sabe o quanto a valorização dos colaboradores é o melhor caminho para garantir um orçamento saudável e uma empresa produtiva.

Vale ressaltar também que o investimento em atenção primária à saúde ajuda a reduzir os custos com a manutenção dos planos de saúde, que chega a ser o segundo maior custo nas folhas de pagamento. Com funcionários saudáveis, os planos de saúde são menos acionados, diminuindo os custos de utilização dos mesmos.

Como aplicar a atenção primária na empresa?

Dentro de uma empresa, a atenção primária funciona da mesma forma que no sistema público, oferecendo orientações para a manutenção de hábitos saudáveis, além de atendimentos preventivos e acompanhamento a longo prazo. 

Lembre-se que a atenção primária é um atendimento de saúde personalizado, mas não é o mesmo que um plano de saúde. São coisas distintas e que oferecem serviços diferenciados. Portanto, a oferta de um desses benefícios aos funcionários não exclui a necessidade do outro.

Uma das formas de aplicar a atenção primária de forma corporativa é mantendo um ambulatório dentro da empresa. De acordo com uma pesquisa realizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), até 85% dos problemas de saúde dos trabalhadores podem ser evitados ou resolvidos dentro do ambulatório da empresa.

Com a oferta de um atendimento de atenção primária dentro da empresa, os colaboradores podem fazer um acompanhamento personalizado, que vai desde a orientação para criar hábitos mais saudáveis até o diagnóstico precoce de doenças que já existem. A prevenção consegue, inclusive, diminuir as idas ao médico pensando a longo prazo.

Há inúmeras formas de aplicar a atenção primária dentro de uma empresa. Entre elas: 

  • Atividades laborais;
  • Incentivo à alimentação saudável e prática de atividades físicas;
  • Realização de palestras e workshops sobre cuidados com a saúde;
  • Criação de projetos e campanhas de conscientização;
  • Mapeamento da saúde ocupacional;
  • Realização de mutirão de exames;
  • Pronto atendimento para emergências.

Para aplicar a atenção primária em uma empresa, também é possível contar com empresas especializadas que cuidam e gerenciam a saúde física e mental dos colaboradores da empresa.

Conhecida por propor atendimentos e acompanhamentos personalizados, a Cuidas é uma empresa que oferece princípios que priorizam o cuidado contínuo da saúde dos funcionários, considerando a completude de aspectos físicos, mentais e sociais. 

Através de relatórios e ações coletivas, a Cuidas busca soluções para o caso específico de cada colaborador. Isso é possível através da utilização de tecnologias específicas e planos estratégicos, sempre baseados em dados precisos e a utilização de cada recurso em prol da saúde.

É importante lembrar que agora que muitas empresas aderiram ao estilo de trabalho home office, é essencial considerar um serviço de atenção primária que disponibilize atendimento também de forma digital. Agendamentos e até mesmo atendimentos médicos podem ser realizados de maneira simples, prática e online. Por isso, a Cuidas conta com um aplicativo moderno que garante essa interação de forma segura, sem filas e sem espera.

Agora que você sabe mais sobre como funciona a atenção primária, o importante é agregá-la o quanto antes à sua empresa, garantindo o cuidado com a saúde dos seus colaboradores antes mesmo que eles apresentem qualquer problema.

Gostou deste conteúdo? Então aproveite para assinar a newsletter do nosso blog, assim você garante o recebimento de outros materiais como este, com informações úteis para a gestão da sua empresa!

Fonte:Xerpa

Posts Relacionados