Liderança inclusiva e seus impactos no desempenho organizacional

Foto de fauxels no Pexels

A pluralidade nos da liderança é transformadora, capaz de inspirar pessoas e formar novos líderes para os perfis de negócios. A cultura organizacional pautada na valorização da diversidade alavanca resultados expressivos, ambiente como barreiras do físico, e atinge uma sociedade como um todo. A liderança promove ações de conscientização dos vieses inconscientes, sustenta políticas e práticas que garantam o tratamento com equidade entre as equipes e reconhece os desafios nessa jornada.

Um artigo publicado na revista Harvard Business Review, em 2020, aponta um relatório da Consultoria Deloitte sobre a gestão da diversidade e como competências do líder do futuro. A pesquisa foi realizada com líderes e líderes em nível global. A seguir, estão destacadas as características fundamentais que devem ser desenvolvidas e aprimoradas pela educação:

  • Comprometimento visível. Eles fazem da Diversidade e Inclusão uma prioridade pessoal e articulam compromissos autênticos com suas equipes. Criam que todos contribuem para o espaço de capacidade, para a vulnerabilidade e são modestos para as suas capacidades.
  • Curiosidade sobre os outros. Buscam compreender e são abertos a diálogos, exercitam a empatia e o interesse genuíno pelas pessoas.
  • Inteligência cultural. Estão atentos às culturas diferentes e procuram adaptar-se conforme necessário.
  • Colaboração eficaz. Capacitam suas idéias e se concentram na diversidade de vezes.
  • Conscientização dos viees inconscientes. Reconhecem as falhas do sistema e trabalham arduamente para garantir o tratamento de pessoa com equidade.

A inclusão é a consciência do papel do líder em preconceito dos indivíduos marginalizados e não contra a estrutura organizacional e social do papel. É importante sobrenatural que esse trabalho começa pela alta gestão e se desdobra em todos os níveis de seus funcionários. As bases não se sustentam sozinhas e como ações que imprimem os valores organizacionais precisam ser naturais e fidedignas. 

Em última análise, o desempenho organizacional acontece quando as pessoas fazem parte do todo e são valorizadas. Construir uma cultura com acolhimento para as diferenças enriquecedoras do ambiente de trabalho, gera inovação e impacto positivamente na cadeia de valor.

Líder, como você contribui para incluir, engajar e buscar os melhores resultados com sua equipe?

Por Giovane Prestes, proprietário do Grupo de Estudos de Diversidade

São Paulo, 03 de Janeiro de 2022

ABRH-SP

Posts Relacionados

0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments