Maquinha de cartão vale a pena para quem é MEI?


Atualmente, muitas pessoas evitam utilizar dinheiro em espécie

 Por isso, os microempreendedores individuais que trabalham com vendas lucram mais, quando oferecem opções diversificadas de pagamento, sendo a maquinha de cartão uma delas

Os hábitos dos consumidores mudam constantemente e, por isso, é difícil encontrar, atualmente, quem prefira carregar grande quantidade de cédulas de dinheiro na carteira para realizar o pagamento de suas compras. 

O cartão de débito foi a modalidade de pagamento que mais cresceu no Brasil nos últimos anos. Uma pesquisa do Banco Central mostra que 52% das pessoas usam o cartão, o que demonstra a rápida substituição do dinheiro vivo no setor de vendas de produtos e serviços. 

Diante desta realidade, muitos microempreendedores individuais que trabalham diretamente com vendas têm mostrado dificuldade de aumentar seus rendimentos sem implementar a diversificação das formas de pagamento. Não à toa, há no mercado uma infinidade de possibilidades de marcas, empresas e bancos que oferecem opções de maquininha de cartão para micro e pequenos empreendedores de todo o território nacional. 

Mas, será que maquininha de cartão vale a pena para quem é MEI?

Para responder a essa pergunta, é importante, antes de mais nada, explicar como funciona esse método de pagamento e quais são as taxas envolvidas em todo o procedimento. 

VEJA: A DicasMEI tem uma dica gratuita sobre meios de pagamento digitais

Dinâmica de recebimento 

Primeiramente, é preciso estar ciente que, ao escolher trabalhar com maquininhas de cartão como meio de pagamento, você não receberá o dinheiro instantaneamente. Ou seja, o seu capital de giro tem que dar conta de suprir as necessidades financeiras de sua empresa, até que você receba o valor das vendas realizadas com a maquininha, no crédito ou débito. Em média, os valores do débito levam um dia útil para cair na conta. Os valores do crédito são transferidos à sua conta entre 30 e 31 dias após a venda.

Se esse não for um problema para suas finanças, você passou da primeira etapa da tomada de decisão. Vamos para a próxima?

Facilidade na aquisição 

O lado bom de ter uma maquininha de cartão, além da diversidade de formas de pagamento, é que não há grandes exigências das empresas que as comercializam para que você seja dono ou dona de uma delas. Basta ter uma conta corrente em algum banco e, neste caso, pode ser uma conta de pessoa física ou jurídica, não importa. Em muitos casos, não há avaliação prévia de crédito. Ou seja, até mesmo se o seu nome estiver sujo, negativado no SPC e SERASA, você pode contratar o serviço.

VEJA: Confira o que a DicasMEI tem a dizer sobre maquininhas de cartão para o MEI

Taxas

Além de se atentar às taxas de adesão e aluguel e aos prazos de recebimento, você também deve verificar quais bandeiras de cartão são aceitas pela maquininha que você está de olho! As mais usadas são Visa e Master, mas muitos dos consumidores reclamam que a brasileira Elo não é aceita em muitos lugares. Essa é uma ótima oportunidade de fidelizar clientes e pode ser um diferencial.

Mas, em relação às taxas, tudo o que você precisa saber está relacionado às modalidades de crédito ou débito. A escolha dessa modalidade interfere diretamente na porcentagem da taxa. 

Neste link, você confere uma matéria comparativa que demonstra as taxas de débito e crédito de um grande número de empresas que oferecem o serviço de maquininha de cartão: https://br.mobiletransaction.org/maquina-de-cartao-melhor-taxa/

Dessa forma, fica mais fácil escolher qual das opções é mais coerente com a situação financeira da sua empresa. Vale lembrar que para definir qual máquina de cartão tem taxa de crédito à vista mais barata, é preciso levar em consideração o prazo de liberação dos saldos.

E aí, o que achou até aqui, vale a pena para você, MEI?

Se você ainda não conseguiu se convencer de que ter uma maquininha de cartão de crédito ou débito traz benefícios ao seu negócio, vamos listar aqui quais as vantagens e te mostrar que, talvez, a concorrência já esteja um passo à frente: 

  • As máquinas de cartão podem aumentar suas vendas e seu faturamento;
  • Essa opção de pagamento oferece maior comodidade ao cliente, fidelizando-o ao seu negócio; 
  • A opção de parcelamento das compras, proporcionada por esse meio de pagamento, é muito interessante para os MEIs; 
  • Você pode alugar ou comprar a maquininha, de acordo com suas necessidades e possibilidades financeiras, o que demonstra flexibilidade para atender a todos os tipos de negócios. 

DicasMEI & Bradesco: uma parceria cheia de benefícios para o MEI 

A DicasMEI tem uma parceria incrível com o Banco Bradesco e a Cielo, oferecendo condições e descontos especiais a nossos assinantes, dá uma olhada: https://mei.bradesco/pdpj-fed-mei-web/

Além de adquirir uma maquininha de cartão, você pode, inclusive, criar a sua conta bancária de pessoa jurídica, para não misturar as finanças pessoais com as profissionais, neste mesmo link. 

Conseguimos te ajudar a decidir se vale a pena, como MEI, adquirir uma maquinha de cartão?

Para ler mais conteúdos como esse, continue navegando em nosso blog.

O post Maquinha de cartão vale a pena para quem é MEI? apareceu primeiro em BLOG DicasMEI.

Fonte: Blog Dicas MEI


Posts Relacionados