O que é relato integrado e como funciona na Contabilidade?

Relato Integrado é a mais nova forma de preparo e comunicação de diagnósticos corporativos. Como o próprio nome sugere, ele requer que a pessoa ou organização raciocine de forma integrada.

Por exemplo, no escritório “Contábil Idade”, há vários profissionais e gerentes contábeis que lidam diretamente com os clientes. Só que há outras áreas, não menos importantes, que agem fomentando esses Contadores e a organização como um todo. Desde o pessoal da portaria até o mais alto escalão do estabelecimento, todos são importantes.

Ocorre que as chamadas “atividades de bastidores” muitas vezes são menosprezadas, por não estarem visíveis a olho nu. Isso nas empresas, no trabalho dos profissionais autônomos, nos órgãos governamentais, nas Organizações da Sociedade Civil – OSCs.

Na prática, as “atividades de bastidores” não são observadas pelos consumidores, mas fazem toda a diferença na hora de mensurar os resultados. E, justamente para dar mais crédito às informações que muitas vezes passam batidas, que surgiu o Relato Integrado.

O que é o Relato Integrado na Contabilidade?

RI

O Relato Integrado, também conhecido por “RI” é uma forma das empresas, órgãos governamentais, pessoas de economia mista e entidades do terceiro setor apresentarem seus relatórios, acrescentando informações que vão além das contábeis e financeiras, com objetivo de dar mais transparência às organizações e, assim gerar maior valor a elas.

Sua criação se deu porque o modelo anterior de prestação de contas não era mais útil para a tomada de decisões. Na prática, eram relatórios grandes, pesados, de difícil leitura e interpretação, com foco em processo e não em resultados, por isso não demonstravam de fato, o que era realizado.

Agora, com o atual modelo de RI, os relatórios são menores, com destaque para os resultados que apresentam uma visão integrada, incluindo estratégias de comunicação que alinham o desempenho com as informações contábeis, patrimoniais e econômicas.

Benefícios do RI

O Relato Integrado foi criado pelo International Integrate Reporting Council – IIRC, uma aliança internacional de reguladores, investidores, empresas, organismos de normalização, profissionais de Contabilidade, Organizações não Governamentais, entre outros. A adesão das empresas é feita de forma voluntária. Cerca de 1.700 companhias já utilizam o RI em todo o mundo. No Brasil, são mais de 120 organizações.

Na visão do presidente da Federação Internacional de Contadores (Ifac, sigla em inglês), In-Ki Joo, o RI busca uma interação mais consistente, sem contradições entre a teoria e a prática nas organizações.

Para ele, o efeito desse novo modelo gera um “pensamento integrado”, otimizando as estratégias de negócios que resulta em mais confiança aos mercados financeiros globais. “Pensar de forma integrada é o primeiro passo para uma gestão eficiente. Assim, o relato nada mais é que uma maneira de unir informações contábeis, financeiras e de desempenho, com o objetivo de dar mais transparência e agregar valor aos relatórios”.

Obrigatoriedade do relatório integrado

É importante ressaltar que, de acordo com a Decisão Normativa TCU nº 170/2018, todos os órgãos e entidades da administração direta e indireta devem preparar e apresentar seus relatórios integrados.

Certificado Digital

O Certificado Digital é um excelente instrumento de auxílio à correta prestação de contas, porque permite credibilidade e transparência às informações apresentadas.
Outra vantagem também está em poder revende-lo e ainda ser comissionado. Legal, não é mesmo? Então aproveite para conhecer o nosso clube do contador.

Fonte: Certisign

Posts Relacionados

Leave a Comment