Planejamento financeiro para clínica odontológica: Como fazer?

Foto de MART PRODUCTION no Pexels

O planejamento financeiro contribui para que você tenha uma empresa saudável financeiramente e de sucesso. Contudo, não é preciso fazer cálculos absurdos e gigantescos para seguir neste caminho. A própria gestão financeira te ensina isso.

Para começar seu planejamento, pense nos seguintes itens: 

  • Qual sua capacidade de atendimento por dia, semana e mês?
  • Projete o faturamento;
  • Projete os impostos (pergunte ao seu contador. Se não tem um, a RR Soluções pode te ajudar);
  • Projete os custos necessários para fazer este faturamento acontecer;
  • Projete as despesas necessárias (e muito cuidado com isso), o dinheiro deve estar no seu bolso e não em contas a pagar, tenha no início o necessário, e só;
  • Projete uma lucratividade que te permita, além de ser feliz é claro, reinvestir no negócio.

E aqui começamos o preenchimento adequado da agenda para evitarmos faltas de pacientes e problemas de agendamento de consultas. Isso porque as faltas geram prejuízo na sua previsibilidade financeira, fora o tempo para repor outro paciente pagante no lugar.

Tenha as informações claras

Também é importante incluir em seu planejamento financeiro todos os valores de procedimentos realizados por toda a equipe. Não importa se for pagar profissionais pelos serviços de forma percentual ou pontual, e nem se existe localização de espaço na clínica. Tudo deve ser considerado no planejamento.

Aqui vai outra dica importante: considere sua especialidade e proposta de valor e, em cima disso, defina qual o valor cobrado por cada procedimento (saiba precificar corretamente) e contabilize quantas consultas pretende realizar dentro do mês.

Não importa o tamanho do seu consultório, seu planejamento financeiro deve ser feito para períodos curtos e médios e, de preferência, com uma projeção abrangendo pelo menos dois cenários.

Esses cenários são em uma realidade de baixa de atendimentos e outra de alta. Afinal, é um PLANEJAMENTO, que serve para ser utilizado estrategicamente e não apenas para acompanhar números.

Não podemos esquecer (e isso reiteramos em quase todos os posts), SEMPRE SEPARE suas contas pessoais da empresa. Isso colabora para enxergar a lucratividade da clínica.

O ideal é ser estipulada uma retirada mensal, como uma espécie de salário que chamamos de pró-labore. Com essa separação de contas, pode ter certeza de que seu planejamento financeiro será um sucesso, evitará surpresas futuras.

Mas e no dia-a-dia?

O planejamento financeiro precisa ser preenchido diariamente. Por isso, no dia a dia da sua clínica ou consultório, faça os registros de todas as movimentações financeiras.

É importante reservar um tempo para fazer isso, ou você pode contratar uma empresa e terceirizar seu financeiro e, para isso, pode contar com a RR Soluções. Além de fazermos sua contabilidade, também podemos auxiliar nos registros financeiros e, assim, manter tudo organizado e em dia.

É de máxima importância ter o controle das movimentações, para que o profissional saiba de onde vem e para onde vai o dinheiro. Afinal, só se pode ter controle do que se conhece. 

Tenha todos os comprovantes de receitas e despesas de forma organizada, mesmo que seja em planilha ou sistema. Faça previsões de fluxo de caixa para não ter surpresas com falta de dinheiro em momentos necessários e acabar caindo na mão dos juros.

Com um controle financeiro efetivo, é possível planejar novos investimentos e oferecer novos serviços que permitam maior fluxo de clientes e, consequentemente, maiores ganhos para o consultório.

Lembre-se: o planejamento financeiro deve ser consultado sempre que tiver dúvidas e, ao menos, duas vezes por mês.

Outra dica importante: tenha um contador que entenda o nicho em que você atua e tenha expertise no setor. Ele conhecerá e saberá os caminhos bem como as necessidades, os problemas e as falhas que se comete durante a jornada e, em conjunto com você, será possível fazer o melhor para que a clínica seja próspera e saudável financeiramente.

Fonte: Consultoria RR

Posts Relacionados

Deixe um comentário