Profissional de RH: O que faz, competências e importância nas empresas!

Foto de Mikhail Nilov no Pexels

O profissional de RH é muito importante para o crescimento e desenvolvimento da organização. Não é à toa, que essa é uma profissão em alta no mercado de trabalho.

Dentre as funções desse profissional, estão: atração e retenção de talentos, identificar novos líderes, treinar e desenvolver os profissionais.

Mas, você sabe qual a importância desse profissional no dia a dia da organização? Você sabe quais competência e habilidades ele deve possuir para ser considerado um profissional?

Diante dessas questões, preparamos esse artigo que vai solucionar essas e outras dúvidas sobre o assunto.

Veja a seguir os temas que serão abordados ao longo deste artigo:

Vamos lá?

Principais funções do profissional de RH

O departamento de recursos humanos é fundamental para que a empresa se desenvolva de forma saudável. O profissional de RH é responsável por zelar pelas boas relações entre empregado e empregador.

Além disso, o profissional de RH precisa possuir conhecimento sobre a legislação trabalhistas, novas exigências do mercado e os departamentos que compõem a empresa. Esse conhecimento, vai contribuir para a execução do trabalho dentro da organização.

Este setor deixou de ser responsável apenas por atividades burocráticas e hoje cuida também da gestão de pessoas. Por isso, esse profissional possui uma variedade de funções que pode exercer na organização.

Na prática, o profissional de RH pode exercer funções mais generalistas ou mais específicas.

Vamos ver quais as principais funções podem ser executadas.

Organização de políticas internas

As políticas internas de uma organização são um conjunto de regras e normas que conduzem os colaboradores a alcançarem o objetivo da organização. Ela também define como a empresa se porta em relação ao mercado externo.

O profissional de RH é fundamental para organizar as políticas internas que vão nortear a organização.

Vamos ver alguns exemplos de políticas internas:

  • Políticas de recursos humanos: envolve os processos de recrutamento e seleção, saúde, segurança e treinamento dos funcionários;
  • Política de vendas: trata do processo comercial entre empresa e cliente;
  • Políticas ambientais: aborda o impacto que a empresa causa no meio ambiente e atitudes sustentáveis que podem ser adotadas.

O sucesso da empresa está diretamente ligado à definição das políticas internas estabelecidas.

Foco na experiência do colaborador

A experiência do colaborador ou employee experience (EX), significa que o colaborador é o principal foco nas decisões tomadas pelo RH e o objetivo é que essas definições promovam o crescimento e o bem-estar da equipe.

O profissional de RH deve estar atento em como o funcionário se sente durante cada etapa da sua jornada dentro da organização.

Para otimizar essa ação, a empresa deve unir 3 forças:

  • Ambiente físico: fornecer um ambiente agradável para os funcionários, com espaço para refeições e infraestrutura acessível.
  • Ambiente tecnológico: disponibilizar ferramentas adequadas para a execução das atividades e que otimizem a rotina dos funcionários.
  • Ambiente cultural: a liderança deve ser justa e estar alinhada à cultura da empresa.

Cuidar da experiência do colaborador dentro da organização vai tornar a empresa mais competitiva no mercado e aumentar a retenção dos profissionais.

Processo seletivo

O processo seletivo é o primeiro passo para o sucesso das organizações. Pois, através dele, é possível atrair profissionais que estejam alinhados com os objetivos estabelecidos e isso influencia no crescimento da companhia.

Portanto, o profissional de RH possui papel fundamental nessa etapa, pois ele vai saber identificar o candidato ideal para a organização.

Controle e gestão de ponto

O profissional de RH deve realizar a gestão de ponto dos funcionários. Sendo assim, deverá ser analisado os horários de entrada e saída, horas extras ou banco de horas que estão sendo realizados.

Hoje em dia, o mercado oferece vários modelos para realizar o apontamento de horas, por isso, a gestão dependerá de qual o modelo a empresa irá adotar.

A gestão do controle de ponto é fundamental para que a empresa não descumpra nenhuma regra trabalhista ou tenha algum prejuízo financeiro.

Reduz turnover e absenteísmo

O turnover e o absenteísmo são considerados os indicadores mais importantes para o setor de pessoal. Pois, eles mostram o nível de engajamento da equipe.

Para a empresa obter sucesso, ela precisa de uma equipe comprometida e, se estes níveis forem baixos, dificilmente ela vai conseguir atingir os resultados.

O turnover é conhecido como a “rotatividade” dos funcionários, ou seja, através desse indicador a empresa consegue analisar com qual frequência os colaboradores se desligam da empresa.

Já o absenteísmo é a ausência do colaborador na empresa, ele pode ocorrer por atrasos, problemas de saúde ou pessoais, entre outros.

Esses fatores prejudicam o crescimento da organização. Para evitar esse prejuízo a empresa deve investir no bem-estar dos colaboradores e motivá-los. Se o funcionário não estiver motivado, as chances de ocorrer o turnover e absenteísmo são maiores.

Mantém um bom clima organizacional

O profissional de RH é responsável por criar melhorias para o clima organizacional da empresa.

Quando o RH promove a motivação dos funcionários, há um aumento na qualidade de vida do trabalhador e isso impacta na produtividade dele.

O foco dos gestores deve ser em incentivar a criatividade, a autoconfiança e autonomia dos indivíduos. Assim, o desempenho das atividades será mais eficiente.

Separamos algumas dicas de técnicas que podem ser adotadas pelo RH para manter um bom clima organizacional. Veja quais são.

  • Desenvolver metas de desempenho;
  • Reconhecer atitudes positivas;
  • Fornecer feedbacks;
  • Estimular a criatividade;

Essas atitudes contribuem para uma gestão mais adequada e criam um ambiente de trabalho agradável.

Treinamentos

O profissional de RH também é responsável por criar os treinamentos que serão utilizados pelos colaboradores.

Para realizá-los, algumas organizações contam com Universidades Corporativas, para que os funcionários possam fazer os treinamentos de forma on-line e quando tiverem disponibilidade.

Os treinamentos também podem ser realizados por meio de palestras, workshops, webinars, entre outros.

O profissional de RH deve analisar quais são as necessidades da companhia e identificar quais competências precisam ser desenvolvidas, a partir desses dados, é possível desenvolver os treinamentos adequados.

Plano de carreiras

Hoje em dia os profissionais não estão buscando apenas um trabalho comum, eles buscam por um lugar onde possam crescer e se desenvolver de forma constante.

Portanto, ter um plano de carreira é essencial para que os trabalhadores desejam ingressar e permanecer na empresa. Através dele, o funcionário sabe o que a empresa espera e até onde ele pode chegar.

Dessa forma, o colaborador possui um objetivo a ser atingido, trabalhando com mais foco. E ele se sente valorizado pela organização.

Por isso, o profissional de RH possui papel fundamental no desenvolvimento de um bom plano de carreira. Pois, ele vai auxiliar os gestores a criarem as políticas de crescimento e evolução do funcionário e isso deixará os profissionais mais motivados.

Gestão de benefícios

A gestão de benefícios é um dos fatores mais importantes no processo de retenção de funcionários. O profissional de RH deve planejar e aplicar políticas de salário, benefícios flexíveis, bonificações, planos de aposentadorias, férias, folgas, licenças, entre outros.

Dessa maneira, o profissional se sente mais satisfeito e por consequência há uma melhora na produtividade.

Quais as principais competências de um bom profissional de RH?

Até aqui podemos perceber que o profissional de RH é essencial para a organização. O seu principal objetivo é criar conexão entre o colaborador e a empresa.

Hoje em dia, as funções estão mais ligadas à estratégia, porém, esta não é uma atividade simples de ser executada.

Por isso, existe um perfil adequado dos profissionais que desejam atuar na área.

Veja a seguir quais são as competências necessárias.

Visão ampla

O profissional de RH precisa visualizar além do que está na frente dele. Por exemplo, em um processo seletivo, ele não deve olhar apenas o currículo e as certificações do candidato, é importante analisar o seu perfil e o que ele pode oferecer para a organização.

Boa comunicação

Através de uma comunicação eficiente, o profissional consegue liderar melhor a equipe, definir os objetivos de forma clara e passar o conhecimento para os outros membros do time.

Lembrando que, a partir de uma boa comunicação, é possível explicar para o outro o que precisa ser feito evitando erros e retrabalhos no processo.

Ética

A ética profissional é uma competência de extrema importância no perfil do profissional de RH. Pois, a ética representa um conjunto de valores e princípios que são seguidos pelo profissional para realizar as ações de maneira correta e dentro da lei.

Essas competências são essenciais para que o profissional desenvolva um trabalho com excelência dentro da empresa.

Por que o RH é considerado a profissão do futuro?

As soluções tecnológicas estão cada vez mais presentes no mundo corporativo. Hoje em dia, muitos processos estão sendo automatizados. Através dessas tecnologias, é possível tornar os processos mais rápidos e eficientes.

Um exemplo, é o processo seletivo que, atualmente, está voltado para as estratégias e os processos estão mais humanizados.

Esse profissional precisa utilizar as ferramentas e os métodos adequados para melhorar as relações entre os membros da equipe. E no processo de contratação, é importante estar atento à questão de diversidade e inclusão.

Para o futuro, o RH deve se preocupar com a experiência do colaborador dentro da empresa e utilizar as tecnologias para conectar e desenvolver os profissionais.

Ele também se preocupa em identificar os melhores talentos no mercado com performances mais eficientes e como se comunicar com cada perfil de colaborador.

Quais as outras áreas de atuação do profissional de RH?

Vimos que o RH é um departamento bastante amplo. Por isso, os profissionais possuem uma variedade de áreas em que podem atuar.

Veja a seguir, em quais outras áreas o profissional de RH pode atuar:

É importante que o profissional veja qual área ele possui mais afinidade para fazer a sua escolha e buscar as especializações necessárias.

Principais ferramentas que todo profissional de RH deve saber

Estar atualizado sobre as novas tendências de mercado é essencial para qualquer profissional. Porém, se tratando de gestão de pessoas, conhecer novas ferramentas garantem uma equipe mais motivada e engajada.

Por isso, vamos listar as principais ferramentas que o profissional de RH deve conhecer para realizar um trabalho mais eficiente. Veja a seguir.

Avaliação 360º

A avaliação 360º é uma ferramenta em que o funcionário recebe um feedback de todas as pessoas que trabalham com ele de forma direta, esse modelo também inclui a autoavaliação.

O objetivo dessa avaliação é identificar onde o colaborador pode melhorar. Entretanto, ela deve ser utilizada com cautela, preservando as respostas e sem criar um clima de inimizade.

Avaliação de desempenho

Os colaboradores são responsáveis pelo sucesso ou fracasso da organização. Portanto, esta é uma ferramenta quantitativa para avaliar o nível de produtividade dos funcionários.

A partir desses dados, a empresa consegue identificar potenciais talentos, realocações que precisam ser feitas, necessidade de investimento entre outros.

Dashboard

O dashboard é uma ferramenta utilizada para identificar os pontos críticos em determinado departamento, também é possível visualizar as metas e objetivos que devem ser alcançados.

Ou seja, ele é um método utilizado para organizar as informações e facilitar a tomada de decisão e, através dele, também é possível identificar falhas nos processos e desenvolver as soluções necessárias.

Conclusão

Vimos ao longo desse artigo que o profissional de RH é muito importante para o crescimento da organização e para o desenvolvimento dos funcionários.

Ele é responsável por melhorar a relação entre os membros da equipe e criar políticas que vão melhorar o clima da empresa.

Através desse profissional, a empresa consegue obter mais sucesso e melhoria nos processos. E, os funcionários também são beneficiados com uma empresa mais preocupada com o bem-estar e desenvolvimento de cada um.

Por isso, é essencial ter na equipe um profissional de RH capacitado para desenvolver um trabalho eficiente.

Gostou do artigo? Acompanhe outros conteúdos no blog da PontoTel!

Compartilhe em suas redes!

Fonte: PontoTel

Posts Relacionados

Leave a Comment