Saúde mental no ambiente corporativo: quais ações serão capazes de atrair e reter talentos pós-pandemia

imagem de duas mulheres sentadas conversando

Desde o início da pandemia de COVID-19, muitos temas passaram a ter mais relevância na pauta dos profissionais de RH e gestão de pessoas. Um desses temas é o cuidado com saúde mental e bem-estar emocional no ambiente corporativo. O impacto do isolamento social, da perda de vidas e da insegurança gerada pela pandemia afetaram significativamente a qualidade de vida de uma grande parcela da população.

Segundo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, só em 2020, aproximadamente 300 mil pessoas foram afastadas do trabalho no Brasil por motivos de saúde mental, sendo que depressão e ansiedade lideram os pedidos. Além disso, o levantamento mostrou que jovens e mulheres sofrem de maneira mais aguda de ambas as condições.

No final de 2021, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou o burnout como doença do trabalho, o que gerou ainda mais atenção dos RHs à saúde mental de seus colaboradores. Em 2022, começamos a voltar ao que conhecíamos como normal, com atividades ao ar livre e em conjunto, muitas vezes sem a necessidade do uso de máscaras, mas é importante considerar que muitas pessoas ainda estão lutando contra a tristeza, a depressão e a ansiedade. E, nesse cenário, empresas focadas em qualidade de vida vão se destacar nos quesitos de cultura interna e atração e retenção de talentos.

Para o futuro pós-pandemia, duas tendências devem pautar as ações e escolhas da área de RH que deseja ter excelência no cuidado emocional do seu time: prevenção e soluções digitais.

Uma das formas de garantir um ambiente psicologicamente saudável e seguro é mensurar possíveis riscos psicossociais, como o risco de desenvolver a síndrome de burnout ou crises de ansiedade, por exemplo. E a tecnologia é uma grande aliada para rastrear estes fatores e identificar as necessidades dos colaboradores.

Benefícios de saúde mental que oferecem check-up e monitoramento emocional, terapia e atendimento online, e jornadas de autoconhecimento, incluindo o uso de inteligência artificial, são uma forte tendência. Isso porque democratizam o acesso à saúde mental, uma vez que podem entregar conhecimento clinicamente comprovado sem a necessidade de um profissional disponível em tempo real, e garantem autonomia e flexibilidade para os colaboradores, que podem acessar o benefício a qualquer momento do dia.

Seguindo essa direção, no último dia 06 de abril o Gympass anunciou a compra da Vitalk, startup de saúde mental com vasta experiência no mercado brasileiro. Essa aquisição veio para fortalecer o Wellz, a solução de saúde mental do Gympass que reúne terapia online individual, sessões em grupo e jornadas baseadas em conteúdos clínicos. Tudo isso 100% gratuito para os participantes.

Com a chegada da Vitalk, o time clínico do Wellz ganha maior apoio técnico, os conteúdos ganham maior robustez e a inteligência artificial incrementa a jornada autoguiada. Tudo para tornar a solução a principal referência do segmento no Brasil e oferecer aos RHs e participantes uma experiência 360° de bem-estar emocional.

Saiba mais sobre como o Wellz funciona e como podemos ajudar as equipes de RH na gestão da saúde emocional dos seus times e empresas.

ABRH-Brasil

Posts Relacionados

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments