Seja um empreendedor de você mesmo

Há um conceito que, ao meu ver, está enraizado em todos aqueles que alcançam sucesso em suas carreiras. O conceito de “ser um empreendedor de si mesmo”. E aqui eu não falo somente daqueles que trilham sua carreira no empreendedorismo. O que eu quero dizer é que as pessoas que alcançaram sucesso, e conseguiram mantê-lo, só o fizeram porque entenderam que suas carreiras dependiam exclusivamente deles. Portanto, não importa se hoje você é dono do seu próprio negócio, funcionário público ou CLT. Se quiser ter uma carreira que viva mais que você, ou seja, se quiser deixar sua contribuição no mundo, seu legado, você precisa começar a ser um empreendedor de si mesmo.

Muito se fala hoje do mercado de trabalho do futuro, do profissional do futuro, das habilidades que este profissional precisa ter, de se reinventar, de reinventar sua carreira, etc. Tudo isso é verdade. É claro para qualquer pessoa, minimamente informada, que o mercado de trabalho de hoje não é o mesmo de há 5 ou 10 anos. E é claro, também, que estamos passando por uma grande transformação na maneira de trabalhar: novos ambientes, novas rotinas, novas metodologias. Acontece que o conceito de ser um empreendedor de si mesmo vem antes de tudo isso. Só se reinventa aquele que entende que ele é o único responsável por isso.

Infelizmente, muitas pessoas ainda não entenderam este conceito. Elas ficam esperando, por exemplo, que a empresa invista nelas, ao invés de investirem elas mesmas em seu desenvolvimento. É claro que as empresas devem investir no desenvolvimento de seus colaboradores. Mas o que eu quero dizer é que você não pode ficar esperando por isso. Se a empresa onde você trabalha hoje não investe em você, faça isso você mesmo. Se o plano de carreira ao qual você tem acesso hoje não lhe agrada, faça você mesmo o seu plano de carreira. Faça cursos, desenvolva habilidades, procure treinamento, coloque metas de rendimentos (salário) e, se necessário, troque de empresa. Tenha um plano estratégico que faça sentido para você. Se você não souber como fazer isso, procure alguém para te ajudar. Pode ser um coach, claro, mas também pode ser um mentor, um amigo mais experiente, alguém na internet que compartilhe algo valioso, ou ainda, você pode encontrar auxílio em bons livros. Só não entregue sua carreira nas mãos de outros, da empresa, do governo, do acaso.

Algumas pessoas não se importam com isso. Querem o mínimo necessário. Vão apenas levando sua vida, seu trabalho e seguem só reclamando de tudo e de todos. Mas esse não é o seu caso. Você quer mais. Quer ter uma carreira que viva mais que você. Como eu sei disso? Você não estaria lendo este texto até aqui se isso não fosse, minimamente, verdade. Então, não dê ouvidos a quem te diz que “isso é assim mesmo”, “pare de querer ser melhor que todo mundo”, “esta(e) empresa/governo/país é ruim, não tem como evoluir nela(e)” e outras coisas assim. Ouça a você mesmo, ouça pessoas que estão no campo de batalha como você, que acreditam em você. Comece, agora mesmo, a viver este conceito de ser empreendedor de si mesmo, tome sua carreira de volta e entenda que pode construir o que quiser. Você só precisa da mentalidade e da estratégia corretas. Procure desenvolvê-las.

Fonte: administradores.com.br

Posts Relacionados

Leave a Comment