Entenda como funciona a eleição para presidente dos EUA e por que ela impacta o investidor brasileiro

 SÃO PAULO – A eleição dos Estados Unidos é uma das disputas presidenciais mais importantes do mundo, mas diferente do que ocorre no Brasil e em muitos outros países, o pleito americano é bastante complexo e muitas pessoas não entendem como ele funciona. No vídeo acima explicamos os detalhes de como funciona o processo eleitoral, mas, em geral, para conseguir compreender o seu funcionamento é preciso ter duas coisas em mente: nos EUA o voto não é obrigatório e a eleição é indireta. O primeiro ponto afeta a forma…

continuar lendo ...

Gestoras de patrimônio crescem na pandemia e alcançam R$ 223 bi sob administração no 1º semestre

SÃO PAULO – Mesmo durante a fase mais aguda da crise do coronavírus, a indústria de gestoras de patrimônio mostrou resiliência e conseguiu crescer. De janeiro a junho, o volume administrado pelas casas responsáveis por gerir grandes fortunas registrou uma evolução de 7%, e chegou a R$ 223,4 bilhões, ante R$ 208,8 bilhões no fim do ano passado. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pela Anbima, associação do mercado de capitais. “Os investidores atendidos pelas casas de gestão de patrimônio têm carteiras bastante diversificadas, o que ajuda a enfrentar momentos…

continuar lendo ...

Semana do Brasil teve queda de 8,3% no faturamento sobre 2019, diz pesquisa

A chamada “Semana do Brasil” registrou queda de 8,3% no faturamento do varejo brasileiro ante o número de 2019. O período de promoções relacionado ao feriado do dia 7 de setembro havia mostrado alta de 11% em 2019 sobre 2018. Os dados são de um levantamento da Cielo para o Global Retail Show e foram divulgados nesta terça-feira pelo presidente da Gouvêa Experience, Marcos Gouvêa. “Há 30 ou 40 dias as entidades nos procuraram para mobilizar as ofertas para a Semana do Brasil. A pandemia deixou o varejo muito desorganizado.…

continuar lendo ...

Ministro diz que não há como dar subsídio de 90% a casa popular

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirma que não há dinheiro para o governo contratar novas habitações para famílias que recebem até R$ 1,8 mil mensais nos moldes do antigo Minha Casa Minha Vida. A chamada faixa 1 do programa – agora substituído pelo Casa Verde e Amarela – concedia subsídios de até 90% do valor do imóvel, com parcelas fixas de no máximo R$ 270. “Para fazer novos empreendimentos no faixa 1, tem de ter orçamento. Só terão novas (casas) se o Parlamento decidir que há recurso para isso”,…

continuar lendo ...

Com Pronampe, carteiras de crédito de bancos crescem 10,9% em 12 meses, diz Febraban

Crédito: Shutterstock Pesquisa realizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) com as principais instituições financeiras que atuam no Brasil mostra uma expectativa de crescimento de 10,9% nas carteiras de crédito em julho, em 12 meses, e de 0,8% na comparação com junho. Segundo a entidade, foram ouvidos bancos que representam entre 38% e 91% do saldo total do sistema, dependendo da linha de financiamento. A Pesquisa Especial de Crédito da Febraban passa a ser divulgada mensalmente, segundo a entidade, e vai retratar as prévias do mercado no mês anterior à…

continuar lendo ...

Para presidente do Conselho do Bradesco, pior cenário está ficando para trás

Depois do baque com a pandemia do novo coronavírus na economia, que paralisou a atividade no País, as previsões deixaram de piorar, mas mesmo assim existe uma “recessão contratada”, disse o presidente do Conselho de Administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, participante na Convenção Secovi, neste ano 100% virtual. “O pior está ficando para trás”, disse. No momento, segundo ele, diversos setores da economia estão apontando para uma retomada, como o imobiliário. “Essa será uma locomotiva muito forte”, comentou. Trabuco frisou que a pandemia deixou inúmeros desafios e que…

continuar lendo ...

US$ 50 bilhões em criptomoedas deixaram a China no último ano

(Bloomberg) — Aproximadamente US$ 50 bilhões em ativos em criptomoedas saíram da China no último ano, em uma possível indicação de que investidores estão se esquivando das regras que limitam a quantia que podem tirar do país, de acordo com a Chainalysis, que faz pesquisa forense de blockchain. A polêmica criptomoeda Tether foi responsável por mais de US$ 18 bilhões em saídas do Leste Asiático no período, segundo relatório divulgado na quinta-feira. A Tether é considerada moeda virtual estável (stablecoin) porque seu valor é atrelado ao dólar. “Stablecoins como Tether…

continuar lendo ...

Disparada da bolsa nos EUA não dá espaço para descrença

(Bloomberg) — Entre investidores profissionais ou juízes do mercado, está ficando quase impossível manter o pessimismo diante da disparada das ações dos EUA. Gestores de fundos que migraram para aplicações seguras de curtíssimo prazo quando a pandemia estourou foram forçados a voltar para as bolsas, levando as métricas de posicionamento a níveis históricos. Analistas de Wall Street — incluindo alguns que desistiram de fazer previsões quatro meses atrás — estão subindo preços-alvo a cada dia. Até o Goldman Sachs Group, que chegou a alertar que inadimplência e dividendos em queda…

continuar lendo ...

As estratégias dos empresários que expandiram seus negócios na pandemia

(Getty Images) SÃO PAULO – Mesmo em meio à crise econômica, com muitas empresas do país enfrentando problemas financeiros, e no limite, fechando as portas, alguns negócios estão atravessando a pandemia com certo fôlego. Inclusive, há empresários expandindo suas operações ou até abrindo novas empresas. Quem está remando contra a maré diz que isso se deve a um conjunto de fatores conhecidos, mas que foram essenciais: tomada de decisão rápida, gestão do fluxo de caixa e adaptação aos novos formatos de atendimento. Apesar de conceitos comuns no dia a dia…

continuar lendo ...

Investidores monitoram passos da Argentina após acordo histórico com credores

Alberto Fernandez, presidente da Argentina (Foto: Ricardo Ceppi/Getty Images) (Bloomberg) – O histórico acordo de US$ 65 bilhões fechado pela Argentina com credores privados apenas marca a primeira etapa de uma árdua batalha para resgatar a economia em crise e mergulhada em dívidas. O próximo passo do presidente Alberto Fernández é iniciar as negociações para um novo programa do Fundo Monetário Internacional em um cenário preocupante. A crise da Argentina se aprofunda em uma recessão pelo terceiro ano e aumento da pobreza, inflação próxima de 45% e multinacionais fugindo do…

continuar lendo ...