Talent acquisition: como funciona, o que diferencia do recrutamento e vantagens!

Imagem de mohamed Hassan por Pixabay

O processo de contratação de novos colaboradores talvez seja um dos mais importantes dentro de uma empresa e, certamente, do setor de recursos humanos. Afinal, esses profissionais são os principais responsáveis pelo sucesso do negócio. Pensando na necessidade de realizar um recrutamento certeiro, surgiu o talent acquisition.

A principal dúvida sobre esse tema é quais são os diferenciais do talent acquisition, que tem como conceito se antecipar às tendências do mercado para recrutamento e seleção. Vale lembrar que, não apenas a atração de novos talentos está entre os objetivos, mas também a retenção dos colaboradores que já atuam na empresa.

Para esclarecer todos os detalhes sobre o tema, este artigo vai abordar:

Boa leitura!

Talent acquisition: o que é?

O talent acquisition ou aquisição de talentos é uma técnica utilizada pela área de recursos humanos para a atração dos melhores profissionais do mercado para as empresas. Ela consiste em realizar uma estratégia para construção de um portfólio de talentos.

A ideia principal é antever as necessidades da companhia na contratação de novos colaboradores e desenvolver uma rede de relacionamento, pensando nas oportunidades a longo prazo.

Como surgiu?

Não existe uma data certa que determine o surgimento do talent acquisition. Porém, é possível apontar algumas mudanças no comportamento da sociedade como um todo que culminaram na identificação da necessidade de um processo de recrutamento e seleção mais estratégico.

Antigamente, os profissionais buscavam uma boa oportunidade de emprego e ficavam por anos na mesma empresa, até se aposentar. Esse era o sinônimo de sucesso para os trabalhadores da época. Desde que fossem cumpridos a carga horária e o salário como combinados e que a rotina se mantivesse, o colaborador já estaria satisfeito.

O cenário começou a mudar com a revolução tecnológica e com a transformação da maneira como os profissionais de RH fazem a gestão de pessoas. As necessidades das empresas mudaram e passaram a precisar de colaboradores mais qualificados, aumentando também a concorrência entre as companhias.

Neste novo panorama, os melhores talentos começaram a ser disputados, fazendo com que as contratações fossem mais estratégicas e menos pontuais. A partir daí, nasceu o talent acquisition.

Qual o objetivo do talent acquisition?

O principal objetivo da aquisição de talentos é encontrar os melhores profissionais e atraí-los para as empresas. Além disso, o talent acquisition é uma estratégia desenvolvida para trazer resultados a longo prazo.

Sendo assim, por meio de ações desenvolvidas pelo setor de recursos humanos, mesmo antes de aparecer uma oportunidade, o RH já sabe qual é o profissional indicado para preencher aquela vaga.

Com as estratégias, o trabalho de seleção e recrutamento de novos colaboradores se torna parte de um planejamento maior, não sendo apenas uma contratação pontual para completar o quadro de funcionários.

Qual a diferença do talent acquisition com o recrutamento?

Pode ser que você esteja se questionando o que difere o talent acquisition do processo comum de recrutamento e seleção, pois, aparentemente, eles são bem parecidos, certo? Mas, na prática, são dois conceitos bem diferentes.

O recrutamento consiste apenas no preenchimento das vagas disponíveis nas empresas, buscando o perfil adequado para a posição. É possível dividir esse passo em alguns processos: filtragem de candidatos, entrevista, seleção e contratação.

Já a aquisição de talento ou talent acquisition tem um olhar a longo prazo, e podemos considerá-la como uma atividade cíclica. Ela envolve conceitos mais profundos como employer branding (reputação do empregador) e employee value proposition (proposta de valor ao colaborador).

Além disso, tem como objetivo preparar a empresa para a atração e retenção de talentos de maneira consistente. Logo, em um contexto maior, ele é um dos passos do talent acquisition, que é mais abrangente e estratégico.

O que faz o profissional de talent acquisition?

O profissional de talent acquisition nas empresas será o responsável por criar as estratégias de atração de talentos. Para isso, é essencial que esse profissional tenha habilidades específicas e domínio dos processos de recursos humanos. Entre eles:

  • estratégias de recrutamento e de avaliação de candidatos;
  • técnicas de employer branding;
  • padrões de contratação;
  • condução de onboarding;
  • gestão de pessoas.

Vale destacar que, de maneira geral, esse profissional atua dentro das empresas, mas, é possível que esteja criando e desenvolvendo um banco de talentos pessoal mesmo fora do mercado de trabalho. Aliás, essa atitude pode ser um diferencial na hora do profissional de talent acquisition buscar uma posição no mercado.

Nas empresas, o talent acquisition pode ser um dos braços do setor de recursos humanos ou ainda ser uma área dependente que atua em parceria com o RH. Além de conhecer muito bem os processos, é extremamente importante que esse profissional conheça os objetivos da empresa a longo prazo e sua cultura e clima organizacional.

Esse ponto talvez seja ainda mais importante do que os conhecimentos em RH, pois o objetivo principal da aquisição de talentos é construir um quadro de colaboradores consistente. Isso significa não apenas contar com os melhores do mercado, mas também que eles tenham um fit cultural com a companhia.

Como funciona na prática?

Encontrar talentos não é tarefa fácil e, certamente, estratégias de talent acquisition não são simples de se desenvolver. Para obter sucesso, é necessário seguir algumas ações na prática, além de fazer o acompanhamento de todo o procedimento de atração de talentos, inclusive, por meio de métricas de RH.

Se você ainda tem dúvida de como funciona o talent acquisition, elencamos abaixo as características e práticas principais do processo.

Divulgação

Um dos pontos principais para uma boa atração de talentos é a divulgação dos processos seletivos abertos. Vale explorar diversos canais, como redes sociais e até portais especializados em vagas. O importante é chegar no candidato que se busca para cada oportunidade.

Descrição de cargos detalhada

Sabemos que o mercado de trabalho é bastante corrido. Por isso, quanto mais detalhada for a descrição da vaga, maior a chance de alcançar candidatos ideais. Para isso, identifique o que cada cargo pede, desde habilidades técnicas até comportamentais. Aqui, é importante também falar um pouco sobre os valores da empresa.

Esse é um processo que auxilia também na geração de leads, ou seja, público-alvo da vaga e/ou da empresa. Aos poucos, você começa a atrair profissionais interessados em atuar na companhia e, melhor ainda, que tenham identificação com os objetivos da marca.

Agilidade no processo

É claro que um trabalho mais detalhado para a aquisição de talentos tende a resultar em um processo seletivo mais rápido. Além de trazer benefícios para a empresa com o preenchimento da vaga e menor chance de perder o candidato ideal, a eficácia também é interessante para os profissionais.

Quanto melhor for a estratégia de talent acquisition, mais simples ficará o processo de recrutamento e seleção a longo prazo.

Foco em pessoas

Outro item essencial para a atração de talentos é o foco em pessoas. É preciso ter em mente que cada currículo que chega para determinada vaga tem um ser humano, com uma bagagem pessoal, por trás.

É essencial informar todos os candidatos sobre as fases do processo e oferecer sempre os feedbacks necessários com cordialidade. Mesmo que a pessoa não seja selecionada, informar sobre a decisão torna a relação entre empresa e candidato mais humanizada

Quais as vantagens e benefícios do talent acquisition para a empresa?

Durante o texto, já abordamos algumas vantagens de contar com um profissional de talent acquisition, como um processo seletivo mais rápido e assertivo, impactando diretamente o desenvolvimento do negócio. Porém, podemos elencar mais alguns pontos positivos de desenvolver uma estratégia a longo prazo.

A aquisição de talentos permite obter informações de profissionais que podem ser do interesse da companhia no futuro, pensando nos seus objetivos. Sendo assim, as contratações tendem a estar melhor alinhadas com as expectativas do negócio e as necessidades também do candidato.

Além disso, o employer branding tem ganhado força no mercado de trabalho e possuir uma política sólida de recrutamento e seleção pode ser um ponto de destaque para a empresa.

Conclusão

É possível perceber que, apesar das evidentes semelhanças, o talent acquisition vai muito além do trabalho de recrutamento e seleção para vagas pontuais de trabalho. Trata-se de uma estratégia a longo prazo, que envolve a atração e retenção de talentos, além da reputação da empresa no mercado de trabalho.

Para obter sucesso, o profissional responsável pela aquisição de talentos precisa ter pleno conhecimento dos processos de recursos humanos e, principalmente, dos objetivos de negócio e valores da empresa a qual representa.

O talent acquisition, então, é um conceito de recursos humanos. Porém, tem um efeito direto nas estratégias da organização de forma geral.

Os benefícios para o negócio começam com a contratação mais assertiva de colaboradores, mas impactam também os resultados da companhia. Isso ocorre porque, profissionais capacitados e alinhados com a cultura da empresa podem fazer a diferença nas demandas do dia a dia.

Compartilhe em suas redes!

Fonte: PontoTel

Posts Relacionados