Marketing esportivo: Masterclass dos 3 favoritos para vencer a Liga dos Campeões

Marketing esportivo

iStock

Marketing esportivo

Manchester City e a gestão eficaz da sua imagem

O clube Inglês teve uma série de sucessos desde 2008, quando foi adquirido pelo grupo Abu Dhabi United Group, que tem investido fortemente nos treinadores, jogadores e a imagem do clube. O anterior tem se refletido nos campeonatos e reconhecimento do clube como marca em todo o mundo.

Um dos exemplos mais recentes do uso da imagem do clube como ferramenta administrativa é apresentado pelo site https://globoesporte.globo.com/ com a notícia da assinatura de Manchester City com a marca de roupas esportivas Puma, criando o segundo maior acordo na história da Inglaterra.

Neste contexto, o benefício para o clube inglês desta associação será de 65 milhões de libras (aprox. R$ 323 milhões) por ano durante a próxima década, tornando-se efetivo a partir da próxima temporada.

Este acordo também beneficia a marca alemã Puma, uma vez que receberá uma maior projeção internacional, não só porque o clube inglês é um dos melhores da Premier League da atualidade. Mas também porque, de acordo com a plataforma de apostas desportivas https://www.betfair.com/br, o Manchester City é o favorito para vencer a Liga dos Campeões, com 30,3. % de chances a partir de 1.º de abril.

Por esta razão, o fato de vestir o melhor clube da Europa funciona como uma plataforma imbatível para a Puma mostrar seus melhores produtos e desenvolver campanhas publicitárias mais eficazes.

Barcelona e Juventus aproveitam as alianças publicitárias

Além da promoção dentro do campo de jogo, a gestão eficaz dos recursos publicitários fora do gramado é outro dos pontos fundamentais para o sucesso esportivo.

Neste contexto, Barcelona e Juventus aproveitam essa ferramenta para expandir sua imagem fora da Espanha e da Itália, respectivamente. Um exemplo do anterior, é que ambos os clubes compartilham o patrocínio da Betfair, a mesma plataforma de apostas esportivas que os coloca como segundo e terceiro favoritos para vencer a atual edição da Liga dos Campeões, com 23,1% de chances para cada um.

Dessa forma, esses clubes aumentam o número de mercados em que suas imagens são visíveis, além de criar uma conexão mais próxima com os fãs dos esportes.

No entanto, deve-se notar que os mesmos jogadores desses clubes também funcionam como uma ferramenta de marketing, atraindo sua própria base de fãs para os clubes que representam e fazendo o labor como embaixadores da marca para eles.

O exemplo mais claro disso foi apresentado pelo site https://www.goal.com/br, com o anúncio da chegada de Cristiano Ronaldo à Juventus, e a venda de 52 milhões de euros (aprox. R$540 milhões) em camisas oficiais com o número 7, no mesmo dia do arribo do português para o clube italiano.

A conexão com o seu público e a projeção da imagem dos clubes e dos seus jogadores em diferentes plataformas tornaram-se recentemente numa Masterclass de marketing e administração pelos três clubes europeus mais bem sucedidos do momento.

Fonte: Unsplash.com

Fonte: administradores.com.br

Posts Relacionados

Leave a Comment