Liderança saiba como desenvolvê-la em seus colaboradores

Liderança saiba como desenvolvê-la em seus colaboradores

Não há muito o que se discutir sobre a importância da liderança para as empresas. Do enfrentamento das crises até a superação do vazio que existe entre estratégia e execução, líderes desempenham um papel fundamental que pouco se relaciona com posições hierárquicas. Sem liderança, qualquer empresa tende ao fracasso. Mas como identificar e desenvolver esses líderes dentro das organizações?

Na realidade brasileira, ainda se acredita que a liderança é uma habilidade inata, de modo que nem todos têm o dom. Apesar de existirem tendências individuais que favoreçam o desenvolvimento autônomo de líderes, é certo que as próprias empresas têm o dever de desenvolver pessoas para se tornarem líderes.

Entenda abaixo como desenvolver e motivas pessoas dentro da sua empresa para que elas liderem processos, motivem suas equipes a gerarem resultados e inspirem a formação de outros líderes.

Crie uma cultura de estímulo a novas ideias

Em primeiro lugar, é necessário entender que a soluções para problemas e crises dificilmente virão da cúpula diretora. Apesar da visão gerencial privilegiada que executivos têm, são os trabalhadores da ponta que estão em contato direto com o cliente, sabem onde o problema aperta e como resolvê-lo.

Um erro comum das companhias é ignorar as soluções que vêm da base, mantendo uma gestão centralizadora e pouco eficaz para uma época em que novidades disruptivas surgem a todo momento. Se o cliente tem um problema, ele não vai esperar que o Conselho de Administração delibere e proponha uma melhoria; é a equipe de atendimento quem deve ter o poder de resolver a situação.

Portanto, não hesite em delegar poderes e estimular a busca por soluções e novas ideias na sua empresa. Elas podem vir de onde menos se espera e são capazes de salvar o seu negócio da falência.

Invista em treinamento e desenvolvimento

Líderes precisam estar preparados. Isso inclui não apenas o preparo pessoal, do caráter e da capacidade de influência, mas também o preparo técnico e desenvolvimento da visão e da sensibilidade. O professor do IMD Marco Mancesti afirma que verdadeiros líderes são capazes de sentir alterações no ambiente, nas pessoas e em si mesmos, além de relacionar essas mudanças entre si e agir de forma proativa.

Para isso, eles precisam se desenvolver, estudar e buscar informações e conhecimentos que não estão diretamente relacionados à sua rotina de trabalho. A organização tem parte do dever de desenvolver pessoas para se tornarem líderes por meio do investimento em treinamento e desenvolvimento.

Inteligência emocional, por exemplo, é uma competência essencial para a formação de lideranças atualmente. Não basta apenas distribuir ordens e comandar processos, é necessário resolver conflitos internos e estabelecer uma linha de comunicação clara e efetiva com outros colaboradores.

Apesar disso, ainda é baixo o investimento das empresas em treinamento e desenvolvimento no Brasil. Segundo a última pesquisa Panorama T&D, o investimento médio anual das empresas pesquisadas por funcionário foi de R$ 746. Organizações que atentarem para a importância desse fator, tendem a ganhar vantagem competitiva e a construir um ativo inalienável: conhecimento.

Apoie iniciativas dos profissionais das organizações

Estimular novas ideias não basta se sua empresa precisa de soluções. Ideias precisam sair do campo da abstração e serem implementadas para que seus resultados possam ser aferidos. Se os funcionários demonstram ser capazes de pensar e idealizar soluções, o passo seguinte é colocar em prática. Esse é o verdadeiro teste para os líderes.

Colocar algo em prática requer alocação de recursos, tempo e pessoas. Se um funcionário ou grupo de colaboradores se propõe a tomar uma iniciativa que pode resolver desde um problema pontual a uma situação crônica dentro da empresa, a gerência deve apoiar e prestar apoio e supervisão. Ao perceberem que ideias e iniciativas são valorizadas, as pessoas passam a se sentir mais responsáveis pelos resultados, o que garante maior engajamento.

A liderança não é uma habilidade inata que incorpora apenas um grupo seleto de pessoas, mas uma capacidade humana que pode ser desenvolvida por qualquer um. Parte da responsabilidade pelo desenvolvimento dessa competência recai sobre a empresa, que também se torna beneficiária da formação de novos líderes, agregando conhecimento e aumentando a produtividade ao longo dos processos. Para isso, é necessário investir estrategicamente nas pessoas.

A Innovia Training and Consulting conta com cursos como Análise de Cenários, Indicadores de Desempenho e Balanced Scorecard, fundamentais para a formação de líderes de alto desempenho. Conheça agora os cursos oferecidos e saiba como levá-los para sua empresa.

Fonte: administradores.com.br


Posts Relacionados

Leave a Comment