40 termos encontrados no meio contábil

A Contabilidade nos faz ter contato com diversos termos, que antes nos eram estranhos. Muitos deles, por terem um caráter mais técnico, nem sempre têm um significado claro, mesmo para quem atua na área. Afinal, ninguém sabe tudo sobre todos os assuntos, não é mesmo? Para dar uma forcinha neste sentido, o Clube do Contador traz para você um “Glossário do Contador”, com os principais termos encontrados no meio contábil. Vale a pena conferir esta relação.

Glossário do Contador

A

Amortização – É a parte retirada da conta dos ativos tangíveis por causa da depreciação dos bens da empresa.
Ativo – Bens e direitos de uma empresa. Estes podem ser ativos circulantes ou não circulantes. Os ativos circulantes podem ser convertidos em dinheiro em um curto período de tempo. Os ativos não circulantes são aqueles que serão mantidos na empresa por um período de tempo maior.
Auditoria – Atividade dentro da Contabilidade que confere as contas apresentadas nos demonstrativos e balanços financeiros com os demais dados da empresa. O objetivo é checar se os dados repassados pela empresa ao mercado são fidedignos.

B

Balanço patrimonial – Documento apresentado pelas empresas ao mercado com os dados financeiros da própria pessoa jurídica, mostrando seu total de ativos e passivos ao longo do período.

Bens – Itens que compõem o patrimônio da empresa. Eles podem ser tangíveis (físicos) ou intangíveis (conceitos que não podem ser sentidos por meio do tato).

C

Capital – Dinheiro ou recursos pertencentes à empresa, que foram aportados por sócios ou terceiros.
Custo – Processos ou materiais que afetam o preço de um produto ou serviço, seja em sua aquisição ou produção.
Controladoria – Atividade contábil focada no controle, planejamento e gestão da empresa. Esta é a área responsável pela elaboração de um programa de compliance.
Compliance – Método de prevenção de ações ilegais ou desleais dentro de uma organização.

D

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL) – Relatório contábil que apresenta as mudanças ocorridas no patrimônio de uma empresa, detalhando cada uma das contas que o compõem.
Demonstração do Resultado do Exercício – Mais conhecido pela sigla DRE, trata-se de um documento que reúne as informações necessárias para descobrir se a empresa teve lucro ou prejuízo no período.
Depreciação – É a perda de valor que os ativos tangíveis sofrem ao longo dos anos, seja por obsolescência ou por desgaste físico.

E

Estoque – Conjunto de mercadorias já adquiridas que ainda não foram vendidas.

F

Faturamento – Montante financeiro recebido pela empresa pela venda de um produto ou serviço.
Fato contábil – Conhecido também como fato administrativo, refere-se a tudo aquilo que provoca uma alteração no patrimônio líquido da empresa.
Fisco – Órgão governamental responsável pela elaboração de normas e pela cobrança de tributos. É a ele que são encaminhadas as obrigações acessórias.

G

Gestão contábil – É a utilização das informações proporcionadas pela Contabilidade da empresa com o intuito de tornar a tomada de decisão do negócio mais estratégica e assertiva.

I

Impostos – Percentuais sobre ganhos e transações pagos ao governo para manutenção dos bens e atividades públicas.
Imobilizado – O ativo imobilizado é o conjunto de bens necessários para a manutenção e o funcionamento da empresa, como maquinário, por exemplo.
Isenção fiscal – É a prática de alguns governos em não cobrar alguns impostos de determinadas pessoas físicas e jurídicas, como entidades do terceiro setor.

J

Juros – Valores cobrados sobre compras parceladas e empréstimos pelas instituições financeiras e comércios.
Junta comercial – Órgão governamental responsável pelo registro de atividades empresariais, como a abertura e o fechamento de companhias.

L

Liquidez – Diz sobre a facilidade que um ativo tem de ser transformado em dinheiro.
Lucro – Parcela do faturamento que representa o ganho da empresa em uma transação comercial. O montante anual costuma ser dividido entre os sócios e acionistas do empreendimento.
Leasing – Modalidade de contrato semelhante ao aluguel, no qual o bem pode ser adquirido ao final do contrato pelo locatário.
Lair – Sigla para Lucro Antes do Imposto de Renda que, como o nome sugere, é a apuração do lucro antes do desconto do imposto sobre a renda.

M

Margem de contribuição – É a parte do faturamento que sobra após a retirada do valor referente aos gastos variáveis. Este montante será utilizado para quitar as despesas fixas. O lucro também será encontrado nele.

N

Notas explicativas – Parte do balanço patrimonial no qual mudanças pontuais são esclarecidas pela empresa em forma de texto.
Nota fiscal – Documento emitido pelo vendedor ou prestador de serviço ao consumidor, tanto para efeito de pagamento quanto como comprovante do mesmo.

O

Obrigações acessórias – Série de informações exigidas das empresas pelo fisco. Tem por finalidade o cruzamento de dados em busca de sonegação e fraude.

P

Patrimônio – Bens pertencentes à empresa, com a soma dos seus respectivos valores.
Planejamento tributário – Análise criteriosa de quais caminhos a empresa deve seguir para pagar o menos possível de impostos, dentro da lei.
Provisão – Conta criada com o objetivo de cobrir gastos e custos futuros da empresa.

R

Rescisão – Quebra contratual que pode gerar multa para quem o descumpriu. Bastante visto em relações de trabalho.
Receita bruta – Valores recebidos pela venda de produtos ou serviços sem que haja qualquer desconto ou abatimento.
Regime tributário – Trata-se da forma como a empresa será tributada durante o ano-calendário. O empreendimento pode escolher a opção que lhe é mais vantajosa, desde que possa se enquadrar nele. No Brasil, existem os seguintes sistemas tributários: Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional.

S

Substituição tributária – Quando a indústria é responsável pela retenção do imposto (em geral o ICMS) de toda a cadeira produtiva.

T

Taxa – Valor fixo cobrado por empresas ou pelo governo para determinado fim. Exemplos disto são as taxas de lixo e de manutenção de esgotos.
Tributos – Valores financeiros cobrados pelo Estado, que agrega contribuições, impostos e taxas.

U

União – É a reunião dos estados federativos em uma única entidade. Pode ser entendida como governo federal.

V

Valor agregado – É o valor adicional que adquirem os bens e serviços ao serem transformados durante o processo produtivo.

E Clube do Contador, você sabe o que significa?

Significa muitos benefícios para você. O Clube do Contador é um programa de relacionamento no qual você pode conseguir uma renda extra indicando Certificados Digitais Certisign aos seus clientes? Participando do Clube você é comissionado por cada venda feita sob sua indicação. Além disso, quanto mais Certificados são indicados, mais chances o profissional da Contabilidade tem de ganhar prêmios. Preencha seus dados no formulário abaixo para saber mais.

E aí, Contador(a)? Conhece algum termo interessante que não está no texto? Compartilhe com a gente.

Você pode gostar de: Como é trabalhar com Contabilidade no Chile

Posts Relacionados

Leave a Comment