onde e como aplicar seu dinheiro em 2019?

Em 2018 muitas pessoas conseguiram bons retornos financeiros em seus investimentos.  Agora, saber quando e onde investir em 2019 é extremamente importante para quem almeja atingir seus objetivos financeiros.  E é nesse momento que o Contador investidor, pode ajudar!

A economia brasileira deverá tomar novos rumos neste ano que se inicia e, sendo assim, é fundamental ao Contador saber quais serão os melhores investimentos financeiros, para proteger seu capital, afinal, se tratando de dinheiro, ninguém quer perder, não é mesmo?

Contador investidor: como fazer o seu dinheiro render?

Independentemente do seu propósito financeiro para 2019, é importante conhecer as variações da economia e do mercado, com a meta clara de se beneficiar ao máximo, dessas novidades.  E, você, quer fazer seu dinheiro render em 2019? Nós, do Clube do Contador Certisign, explicaremos como. Acompanhe:

9 Dicas para aplicar o seu dinheiro em 2019

1) Aumente o seu nível de conhecimento financeiro

Este é o primeiro passo. A educação financeira é o ponto chave para a evolução de dinheiro e patrimônio em todos os sentidos. Se formos analisar a biografia de qualquer investidor de sucesso, veremos que essas pessoas passam boas horas do seu tempo aprendendo mais sobre o mercado propriamente dito, sobre as inovações tecnológicas, como a situação econômica e social do País podem impactar os negócios…

Na área financeira, esse cenário não é diferente e, se o Contador deseja aumentar seus retornos de investimento, será preciso se informar [e muito] a respeito do assunto. Investir é, nada mais, que procurar possibilidades que respondam de forma diferente aos acontecimentos. Na linguagem popular: é como tirar as laranjas de uma única fruteira e distribuí-las em várias.

2) Caderneta de poupança:

Tem quem ache que essa aplicação popular é a mais rentável, mas isso é um grande erro, por ela ter um rendimento muito baixo, o qual, por muitas vezes, não chega nem a cobrir a inflação. Hoje, esse rendimento é calculado da seguinte forma:

  • Quando a taxa de juros estiver acima de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança é fixo: 0,5% ao mês mais a taxa referencial.
  • Quando a taxa de juros estiver abaixo ou igual a 8,5% ao ano, a poupança rende 70% da Selic mais a taxa referencial.

3) Não faça aplicações por recomendações de terceiros:

Existem inúmeras opções de investimento no mercado, tanto nos bancos quanto nas corretoras de valores. Dentro deste contexto, é possível investir em letras de créditos, imóveis, veículos, fundos multimercados, entre outros. Alguns estudos feitos com investidores demonstram que muitas pessoas propendem a fazer investimentos porque o gerente de banco recomendou, ou um amigo, pai, cunhada, colega de trabalho.

Investir é algo bem pessoal. Ou seja: o que é vantajoso para uma pessoa, nem sempre é para outra.

4) Identificar oportunidades únicas: 

A educação financeira fará com que você identifique e aproveite oportunidades únicas e exclusivas de investimento em 2019. Por exemplo: tem quem goste de investir em imóveis, por acreditar que essa é uma forma de “resguardar” o dinheiro. Pode até ser, mas esta é uma aplicação de resgate dificultoso. Quer um exemplo? Tente vender um imóvel do dia para a noite para por uma emergência qualquer. Isso será praticamente impossível.

Há pessoas que pensam em comprar imóveis para, posteriormente, alugá-los, mas elas devem ficar atentas ao nível de inadimplência do País, o qual é extremo, e hoje conta com quase 63 milhões de negativados, segundo o Serviço de Proteção ao Crédito – SPC Brasil. Como se não bastasse, todo imóvel necessita de manutenção, o que significa custos. Ou seja: investir em imóveis é um barato que pode sair caro.

5) Bens móveis:

Outro “barato que pode sair caro” é o investimento em veículos, barcos, lanchas, os quais sempre perdem valor no decorrer dos anos.

6) Metas x Prazos:

Antes de fazer qualquer investimento, o ideal é checar quais são suas metas e prazos. Por exemplo:

  • Fazer um doutorado no exterior daqui dois anos;
  • Garantir uma renda tranquila após 20 anos;
  • Ou juntar dinheiro para pagar a faculdade de Ciências Contábeis do filho, que sonha em trilhar o caminho do pai.

Ao definir as metas e prazos, com certeza você terá a resposta se deve optar por investimentos mais arriscados (onde é possível ganhar mais dinheiro) ou as aplicações de baixo risco.

7) Personalidade

Se você é uma pessoa que se sente muito mal ao ver o seu dinheiro variando para baixo, o melhor a fazer é não investir em aplicações de alto risco. Os investimentos de menor risco oferecem retornos financeiros menores, mas se você é uma pessoa que não gosta de lidar com percas, é melhor não arriscar.

8) Fique atento ao que está acontecendo no mundo

Mudanças na economia e na política, no Brasil e no mundo, afetam os investimentos sobremaneira. Por exemplo: um impeachment de um presidente pode mudar tudo nos investimentos, porque o mercado “entende” que aquele País está vivendo um momento de dificuldades e incertezas. Portanto, a única maneira de ficar atento e não perder dinheiro, é estar antenado com o que acontece ao seu redor, uma das características primordiais para se exercer a profissão de Contador, claro.

9) Considere os custos do investimento

Quase todo tipo de aplicação tem taxa de administração. Se essa taxa for muito alta, ela poderá ‘comer’ todo o seu dinheiro e o lucro extra que você esperava obter. Por exemplo: os fundos de investimento têm taxas de desempenho, de administração e de saída. Por sua vez, quem aplica no Tesouro Direto paga taxas que variam de corretora para corretora, e quem investe no mercado de ações precisa pagar as taxas de corretagem e de custódia.

Para ser um investidor é importante pensar no futuro, mas nunca se esquecer do presente! Quer ficar por dentro das principais notícias e ainda receber comissão por indicar Certificados Digitais? Então faça parte do Clube do Contador Certisign, um programa de relacionamento para Contadores, que oferece vantagens exclusivas.

Você pode gostar de: Nicho de mercado: Contador pode trabalhar como consultor financeiro

Fonte: Certisign

Posts Relacionados

Leave a Comment