Dez anos do MEI e de oportunidades de negócios para os Contadores

Mesa de escritório com notebook

Neste mês de julho, a figura jurídica do Microempreendedor Individual – MEI completa dez anos de existência. E a iniciativa foi tão bem aceita que o Brasil já conta com 8.551 milhões de microempreendedores registrados. Apenas em São Paulo há 685.326 destes profissionais.

Infelizmente, a lista de 450 profissões e atividades que podem se cadastrar como MEIs não inclui a Contabilidade. Na verdade, essa possibilidade foi excluída pelo governo há menos de um ano. Porém, nada impede o Contador de trabalhar oferecendo seus serviços aos microempreendedores.

E, apesar deste público nem sempre procurar o trabalho de um Contador, é possível cativá-lo com ações pontuais e específicas – afinal, ninguém quer ficar restrito a um faturamento de R$ 6.750,00 por mês. E como há um ímpeto de crescimento em todo empreendedor, o Contador poderá ajudá-lo nesta trajetória.

Como cativar um MEI

Uma dica é partir para uma abordagem mais gerencial, mostrando a ele como os dados contábeis podem ajudar no desenvolvimento do seu negócio. Até porque, do ponto de vista fiscal, não haveria muita demanda para o Contador atender, já que os MEIs são isentos de tributos federais como Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL, mesmo que o ICMS seja muito trabalhoso.

Entretanto, é possível optar por assessorar prestadores de serviços. Os cabeleireiros, manicures e pedicures, inclusive, compõem a maioria dos profissionais inscritos no MEI, totalizando 678.064 cadastrados, segundo o Portal do Empreendedor.

Cobrando honorários

Sabemos que cobrar os honorários de alguém com menor poder aquisitivo é uma questão recorrente para quem trabalha com Contabilidade. Por isso, no caso dos MEIs, uma dica é analisar qual é o faturamento deste cliente para se ter uma noção do quanto cobrar.

Esta tarefa não é tão difícil, porque o limite de ganhos destes profissionais é bem delimitado: R$ 81 mil por ano. Calcule um percentual a partir disso e veja se condiz com o trabalho que você desenvolverá, caso a parceria seja fechada.

Venda Certificados Digitais

Por mais que os MEIs não sejam obrigados a fazer uso do Certificado Digital, essa ferramenta pode tornar as tarefas do dia a dia muito mais simples. Para um MEI, é interessante conhecer os benefícios da ferramenta para expandir o empreendimento. Hoje, é possível abrir empresas digitalmente fazendo uso de um Certificado Digital e-CPF. Além disso, o Certificado Digital reduz a necessidade de atravessar a cidade para assinar um papel (ou gastar com serviço de transporte) e ainda torna processos, como a entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física – Dirpf muito mais simples.

Você pode indicar o Certificado Digital e-CPF dentre outros produtos diretamente no Clube do Contador Certisign. São muitos benefícios. Para participar, cadastre-se abaixo.

Posts Relacionados

Leave a Comment